Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A social democracia não é de deireita

por Henrique Burnay, em 09.10.08

É bonito, terno quase, ver a esquerda vir em socorro da direita que acha que o Capitalismo desregulado está a ruir, explicar que há mais no mundo para além de ser pró-mercado ou anti-capitalista. O João, por exemplo, quer uma síntese reconciliadora, uma social-democracia moderada. Eu acho bem (antes moderada do que radical, seja lá o que for uma social-democracia radical), mas gostava que o João percebesse que isso não é tipicamente de direita. E eu estava a discutir com a direita, não com ele. (Dentro da esquerda, por exemplo, prefiro discutir com ele do que com os que gostavam de aproveitar a boleia e ver-se livres do mercado, em geral.) E mesmo depois desta crise eu acho que ainda se pode ser de direita e ter soluções de direita e (só peço ao João que concorde com esta parte) poder discuti-las como opções válidas. (só mais uma coisa com que, com jeitinho, o João pode concordar) A social-democracia não é de direita. Eu não me importo que a defendam, mas não pensem que são de direita.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De joaquim alves a 10.10.2008 às 12:02

eu sou mais de direita que tu!!! eu é que sei, que escrevo em caixas de comentários de blogs

Comentar post