Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De Coelesti Hierarchia

por DBH, em 28.12.08

 

 

Que me desculpem os nossos leitores mas isto das anjas está a ficar estranho.

 

Primeiro eram mulheres com asas, depois com asas mas em (ou com? como se diz?) lingerie, agora só com a lingerie e já sem asas, a seguir...

 

Não é que eu desgoste das fotografias mas, para isso, há toda uma outra blogosfera dedicada e bem sucedida.

 

E depois houve o Natal.

 

Mea culpa que não postei nada , confesso, mas custa-me que, para lá das anjas-natal, a única referência divina neste blogue tenha sido o link para o site "E Deus criou a mulher".

 

Nada me move contra as anteriores fadas tornadas em anjas ou, mesmo, contra a lingerie mas, será que, não poderia ter havido uma única referência verdadeiramente natalícia?

 

Dirão - e porque não o fizeste? E com razão. É que convinha ter lembrado o porquê de existirem - culturaly speaking que não estou para polémicas - anjos e até presentes, mesmo o singstar dos ABBA, nesta época.

 

Nem a culpa é da Sofia nem isto é um ataque. Não quero sequer parecer beato mas este é um blog de guerra cultural, caramba!

 

Num blogue que celebra a beleza e a sensualidade através de seres específicamente assexuados - uma preversão celestial, portanto - podia, digo eu, lembrar antes o essencial. O príncipio. O Verbo.

 

Assim, e antes que acabe o ano, volto, atrasado, ao básico:

 

A todos, um Santo Natal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Gonçalves a 28.12.2008 às 06:28

Também partilho a sua opinião.
Aparte o deleite das visões angelicais, existem outros quadrantes blogosféricos para disseminar o estilo.

Saudações cordiais.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 28.12.2008 às 17:13


Que desculpa mais esfarrapada - os Posts da Sofia - para desculparem da vossa própria falta de Posts....
Imagem de perfil

De DBH a 28.12.2008 às 17:39

Caro Anónimo,

Não usei desculpas para não escrever. E, se tivesse usado, teria escolhido algo como "estivemos a tratar de baixar a Euribor" ou "fomos à Madeira dar os parabéns ao Representante da República".

Não escrevi porque foi Natal. O problema foi só me ter lembrado, depois, que essa era a melhor razão para ter escrito.
Sem imagem de perfil

De Mário Rui a 28.12.2008 às 21:08

Um homem capaz de distinguir o Robert Indiana do Indiana Jones não deveria ser perverso ao ponto de criar uma nova versão de perversão :)

Bom Natal!

Comentar post