Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Contra-sensos de uma operação

por Sofia Bragança Buchholz, em 12.01.09

Espetaram-me agulhas, enfiaram-me tubos, massacraram-me a pele, violentaram-me as veias, infligiram-me dor, privaram-me de alimento, interditaram-me a água, proibiram-me a companhia, desnudaram-me os órgãos, induziram-me o sono, cortaram-me o corpo, cozeram-me a carne, provocaram-me o despertar, alteraram-me as rotinas, violaram-me a intimidade, obrigaram-me a agir como não tinha vontade… e eu agradeci. Convicta e sinceramente, agradeci terem-me tratado tão bem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)