Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Melhor do Mundo

por Sofia Bragança Buchholz, em 19.01.09

© Foto: ?
 
Acabei de ver a "Grande Entrevista" da Judite de Sousa com o Cristiano Ronaldo. Nunca o tinha ouvido falar mais de alguns minutos. Confesso que até fiquei confrangida de o ouvir. Tive pena do rapaz. Não há ali um raciocínio claro, uma construção gramatical correcta, o mínimo de eloquência. Atrever-me-ia a dizer que aquilo já é iliteracia. E se é assim em português, pergunto-me como será em inglês?!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


comentários

Sem imagem de perfil

De ana4d3hswt a 19.01.2009 às 22:48

Também não sei porque queria o Cristiano Ronaldo um intelectual. È o que é, e com muito valor. Deixe lá de ser pedante, que o mundo é composto de muita coisa, ou, como dizia a minha avó, é preciso um bocadinho de tudo para fazer o mundo. E, se quer que lhe diga, até é capaz de ser melhor a jogar futebol que a menina a escrever em blogues. Esta coisa do o atacar por ser intelectualmente pouco brilhante é...sei lá...poucochinho?
Sem imagem de perfil

De Pedro Maçãs a 20.01.2009 às 15:50

"até é capaz de ser melhor a jogar futebol que a menina a escrever em blogues"

O CR é o melhor do mundo a jogar futebol.
A Sofia Bragança Buchholz (isto é que é um nome eloquente) é, e será, a melhor do absolutamente nada a escrever.

(o maradona já lhe chegou, não vale a pena bater mais)
Sem imagem de perfil

De Fernando M. Contumélias a 19.01.2009 às 23:19

Todos sabemos que, em Inglês, a lingua não tem espinhas. Mas o perigo não é o Ronaldo, mas o modelo que estamos a promover junto dos portugueses, especialmente dos putos. Quem o vir ainda acaba a acreditar que a educação não faz falta para triunfar na vida.

Imagem de perfil

De São Domingos a 20.01.2009 às 10:46

Temos mesmo de ter muito cuidado, especialmente com os putos.
Qualquer dia desatam todos a ser os melhores do mundo e depois é um "ai Jesus" e aqui os treinadores de bancada, que seguem tradições de séculos, deixam de poder estar sentados a dizer mal de quem não coloca o acento correctamente na sílaba tónica das palavras esdrúxulas, independentemente de qualquer outro mérito que possam ter.

É importante a educação: "garotos não larguem a escola". Mas a lição de Ronaldo: o esforço e dedicação e o consequente prémio pelo mérito é hoje tão ou mais relevante para Portugal.

Falar com eloquência, raciocínio claro e uma construção gramatical perfeita para pedir subsídios, pelo menos para mim, não é muito excitante.
Imagem de perfil

De texticulos a 19.01.2009 às 23:40

Conheço inúmeros literatos sem jeito algum para a bola.

Até mais grave, foi ver um determinado primeiro ministro a falar em inglês e os chefes de estado presentes rirem-se atrás dele. Vocês sabem de quem estou a falar. :)
Sem imagem de perfil

De Gomez a 21.01.2009 às 19:39

- A ver pelo exame de inglês técnico que ele fez (?) na UI, deve ter sido lindo a conversação dele!!!!
Sem imagem de perfil

De lb a 20.01.2009 às 00:42

como não lhe pagam para ler os lusíadas, nem para representar o much ado about nothing, então o rapaz lá se vai safando. vai fazendo aquilo que melhor sabe.
não é também aquilo que tu fazes sofia?
Sem imagem de perfil

De Asilvestre a 20.01.2009 às 01:02


Porque é que se exige a um futebolista que fale português de acordo com a Gramática de Português Contemporâneo de Lindley Cintra e não se exige a Sra. Bragança Buchholz que dê 100 toques na bola?

Porque é que tão difícil apreciar um talento?
A mim pouco me interessa se o Cristiano Ronaldo fale bem ou mal português, o que me encanta é o que faz dentro relvado.

Tenho para mim que a avaliação de um desportista deve fazer-se unicamente com base no desempenho desportivo e não linguístico, e aí Cristiano Ronaldo é insuperável.
Além disso é demasiado simplista fazer juízo de uma pessoa atendendo somente à sua destreza linguística.
Sem imagem de perfil

De ze a 20.01.2009 às 01:27

fiquei com pena do rapaz. O relações publicad dele devia ensiná -lo a ter mundo, a falar, a saber estar. Constrangedor. O mundo dele é o dinheiro, a ilha, a bola , os amigos e o Deus CR7.

Mundo pequeno. Não basta te pés par a bola. é preciso uma boa cabeça ou alguém com cabeça que o guie. Pobre rapaz
Sem imagem de perfil

De Francisco a 20.01.2009 às 01:30

Diz isto, uma criatura que escreve aqueles diálogos num português semi-analfabeto e cujo livrinho publicado revela uma mediocridade literária pouco vista, mesmo entre nós.

Agora, censure, como é seu hábito.
Sem imagem de perfil

De p D s a 20.01.2009 às 01:36

em inglês é assim:

BEST PROFESSIONAL FOOTBALL PLAYER 2008.

BEST PLAYER OF CHAMPIONS LEAGUE 2008.

BEST PLAYER OF PRIMIERE LEAGE 2008.

BEST SCORER OF CMAPIONS LEAG 2008.

BEST SCORER OF PRIMIERE LEAGUE 2008.

Não tem muito que saber...são 5 frases.

O resto: "Portugues" ...acho que ficou pelo 9 ano. que é a escolaridade obrigatorio...salvo erro.

Mas não creio que nenhum dos premios se refira a cultura...é um profissional altamente especializado...unico no Mundo! é isso que devemos louvar, apenas e só !!!




Sem imagem de perfil

De David Martins a 20.01.2009 às 03:16

Estranho país este que se esforça para ridicularizar um cidadão seu que é tão só o melhor do mundo na área profissional que escolheu.

O que vos aborrece é este analfabeto de raízes humildes chegar mais longe do que alguma vez algum marialva mesquinho, snob e arrogante chegará.
Sem imagem de perfil

De Sem Anestesia a 20.01.2009 às 07:12

Por outro lado, ri-me que nem um perdido durante os anúncios da entrevista. Só o facto de ver a palavra 'humildade' aparecer perto de Cristiano Ronaldo é de partir o coco.

Temos mesmo que ser assim?
Ter um português 'melhor do mundo', que passou o tempo todo que antecedeu a entrega do prémio a proclamar que ele é que tinha direito?

Não aprecio falsas modestas, mas também não gosto que entrem pela cabeça adentro.

Comentar post


Pág. 1/3