Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lançar o lançador

por Vasco Campilho, em 02.03.09

Não é Cascais nem o Tejo... mas deve dar para dar umas braçadas.

 

Dizem-me - não vi e ainda não estava online à hora em que escrevi - que Marcelo Rebelo de Sousa terá lançado o nome de Pedro Passos Coelho como possível cabeça de lista do PSD nas eleições europeias. Não me parece descabida a ideia: Passos Coelho tem neste momento condições para ser um candidato ganhador a qualquer eleição que se proponha vencer. Mas vamos com calma: há outros belíssimos quadros políticos com que o PSD pode contar para este desafio. E entre eles, conta-se antes de mais… Marcelo Rebelo de Sousa.

 

Naturalmente, o professor não se atreve a lançar o seu nome de moto próprio. Mas tenho sérias dúvidas que a sua lendária capacidade de análise não tenha já descortinado o evidente - é o próprio Marcelo o melhor candidato para bater Vital Moreira em Junho. Por uma razão muito simples: onde Vital é forte - passado político, currículo académico, envergadura intelectual - Marcelo anula-o. E onde Vital fraqueja - anti-clericalismo militante, postura de yes man, fracas capacidades de comunicação - Marcelo marca o contraste: entra bem no eleitorado católico, tem provas mais que dadas de independência de espírito, e é universalmente reconhecido como o melhor comunicador político em Portugal.

 

As fraquezas de Marcelo - que as tem - relacionam-se com a dúvida que se instalou sobre a sua capacidade para cargos executivos. Talvez injustamente, o seu brilho acabou por lhe conferir uma imagem de volubilidade prejudicial para aspirações governativas. Mas ninguém poderá contestar que Portugal ficaria soberbamente representado na Europa por alguém com a craveira intelectual de Marcelo Rebelo de Sousa. E na perspectiva mais que provável de uma renovação da maioria PPE, Marcelo poderia seguramente aspirar a um papel de destaque no Parlamento Europeu.

 

Sem desprimor por nenhum dos outros putativos candidatos de que se fala, estou convencido de que Marcelo Rebelo de Sousa representa a melhor chance de vitória para o PSD nas europeias de 2009. E essa vitória é fundamental para criar uma dinâmica de mobilização que se repercuta no resto do ciclo eleitoral. Até por essa razão, não há que hesitar: é preciso lançar o lançador.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De CPinto a 02.03.2009 às 14:06

Concordo quase com tudo, ó Vasco.

Mas olha lá que o lugar de deputado europeu NÃO é executivo. Para isso está lá a comissão europeia, com o Durão à cabeça.

Quanto ao Passos Coelho estar em condições de vencer qualquer eleição em que entre, está obviamente por comprovar.

Que tal Passos Coelho concorrer em Oeiras contra o Isaltino. Isso sim seria prestar um bom serviço ao PSD, muito melhor do passar o tempo a conspirar contra Manuela Ferreira Leite.

Então teriamos duas grandes candidaturas: Marcelo na Europa e Passos Coelho em Oeiras. Resalvando as distancias, claro está.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds