Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A existência de um dia da mulher é uma marca sexista e discriminatória.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Francisco Castelo Branco a 08.03.2009 às 16:27

Parabens a todas as mulheres....

de facto a verdadeira razão pela qual eu pelo menos vivo
Sem imagem de perfil

De Miguel Madeira a 08.03.2009 às 16:33

Eu já ouvi alguem dizer (seriamente, numa conferência) quye, enquanto exisitir Dia Internacional da Mulher deve exisitir... Dia Internacional da Mulher.

A existência do DIM é um sinal de descriminação, e, exisitindo então essa discriminação, quer dizer que deve exisitir o DIM como forma de combater essa discriminação.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2009 às 20:12

Mas a ignorância existe e que há quem diga que "enquanto existir o dia da mulher não há igualdade de direitos". Pois se não sabe o porq`^e desta comemoração eu deixo aqui a História.

História do 8 de Março
No Dia 8 de Março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de Março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Objectivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar.

Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objectivo é discutir o papel da mulher na sociedade actual.


O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.
Sem imagem de perfil

De Magda Fonseca a 08.03.2009 às 20:14

Mas a ignorância existe e que há quem diga que "enquanto existir o dia da mulher não há igualdade de direitos". Deixo aqui a história do porquê de se comemorar este dia.

História do 8 de Março
No Dia 8 de Março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de Março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Objectivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar.

Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objectivo é discutir o papel da mulher na sociedade actual.


O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.
Sem imagem de perfil

De Miguel Madeira a 09.03.2009 às 00:24

"A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano. "

Essa história é uma mistura de duas histórias.

Em 1837, consta que terá havido essas tais manifestações de mulheres (embora mesmo isso seja apócrifo)

O tal incendio em que 130 tecelãs morreram queimadas não tem nada a ver com essa data: foi em 1911, e não foi durante nenhuma greve. Em 1909 tinha realmente havido uma grande greve entre as operárias dessa fábrica, e tal contribuiu para misturar essas histórias todas.
Sem imagem de perfil

De Isa a 08.03.2009 às 20:28

era bom era, essa coisa da causa efeito entre dia internacional da mulher, desigualdade, n haver esse dia, igualdade de direitos
tá bem abelha...
Sem imagem de perfil

De Pedro Morgado a 08.03.2009 às 21:10

O que faz sentido é que este seja um "Dia Contra a Discriminação da Mulher"... Mas isso não dava para comprarmos flores e perfumes para oferecer às nossas mulheres.
Sem imagem de perfil

De Carolina Viana da Fonseca a 09.03.2009 às 09:55

Diria antes: enquanto não houver igualdade entre os sexos, temos necessidade de um Dia Internacional das Mulheres. Parece-me óbvio.
Sem imagem de perfil

De Magda Fonseca a 09.03.2009 às 16:17

Gostaria que me informasse qual a sua fonte história dos factos.

Comentar post