Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O ridículo de Sócrates

por Nuno Gouveia, em 17.03.09

O Primeiro-ministro defendeu ontem a "necessidade de um sindicalismo livre de tutelas partidárias para o melhor desenvolvimento do país". Ora, parece-me que esta frase é acertada e concordo com ela.


Mas… não é que foi proferida no 5º congresso da Tendência Sindical Socialista da UGT, onde felicitou o militante socialista João Proença pela sua reeleição como Secretário-geral da UGT.

 

Se fosse honesto (coisa que ele não é) não deveria ter defendido a necessidade de um sindicalismo livre de tutelas partidárias (menos do PS)?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Luis Melo a 17.03.2009 às 10:25

Sócrates consegue ultrapassar todos os limites do ridículo. E tem uma cara de pau para o fazer...

Comentar post