Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ontem na RTP, foi dia de mais uma emissão da...

por Paulo Pinto Mascarenhas, em 05.02.07
TV Bloco

Desculpem, mas todos temos poder de encaixe, não temos?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 05.02.2007 às 17:02

Lipemarujo, engana-se. Nunca me viu por em causa a liberdade de seja quem for. Agora, dê-me também a liberdade de poder criticar a unilateralidade da piada, mesmo que não concorde. Sabe, o problema é que estamos em campanha e a piada fica agarrada a um dos lados. Thats a fact.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2007 às 19:56

"Nunca me viu por em causa a liberdade de seja quem for."

Mas eu já vi. Curiosamente, dos mesmos:
"o humorista também não devia ter aspirações políticas", escreveu o PPM num episódio tão triste quanto célebre.
A liberdade seja de quem for foi posta em causa aqui: http://oacidental.blogspot.com/2005/01/o-bloco-fedorento.html

Só para lembrar que a sanha censória não é de agora.
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 05.02.2007 às 22:24

O episódio foi triste para si, anónimo. Não me arrependo nada de ter escrito o que escrevi - e mais uma vez confunde direito à crítica com "sanha censória". Nunca pedi qualquer censura para quem quer que seja, mas era só o que faltava aceitar que fosse eu o alvo dessa mesma censura. Ninguém está acima da crítica, nem os fantásticos Gato, ou será que estão? Não confunda as coisas, sff.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2007 às 00:07

É estranho que o PPM não se arrependa de escrever coisas formuladas de forma infeliz. Ele próprio concordou com "a infeliz formulação do meu aspirativo poste." (http://oacidental.blogspot.com/2005/01/t-mal.html)
Pelos vistos, o caso foi triste para mim e infeliz para o PPM. Semânticas...
O que já não é do domínio da semântica é a sanha censória. Discordar da posição política de outros é uma crítica. Dizer que "não devem ter aspirações políticas", é sanha censória. Que outro nome se dá a quem defende isso? Democrata?...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2007 às 00:07

É estranho que o PPM não se arrependa de escrever coisas formuladas de forma infeliz. Ele próprio concordou com "a infeliz formulação do meu aspirativo poste." (http://oacidental.blogspot.com/2005/01/t-mal.html)
Pelos vistos, o caso foi triste para mim e infeliz para o PPM. Semânticas...
O que já não é do domínio da semântica é a sanha censória. Discordar da posição política de outros é uma crítica. Dizer que "não devem ter aspirações políticas", é sanha censória. Que outro nome se dá a quem defende isso? Democrata?...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2007 às 00:08

É estranho que o PPM não se arrependa de escrever coisas formuladas de forma infeliz. Ele próprio concordou com "a infeliz formulação do meu aspirativo poste." (http://oacidental.blogspot.com/2005/01/t-mal.html)
Pelos vistos, o caso foi triste para mim e infeliz para o PPM. Semânticas...
O que já não é do domínio da semântica é a sanha censória. Discordar da posição política de outros é uma crítica. Dizer que "não devem ter aspirações políticas", é sanha censória. Que outro nome se dá a quem defende isso? Democrata?...
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 05.02.2007 às 22:26

O episódio foi triste para si, anónimo. Não me arrependo nada de ter escrito o que escrevi - e mais uma vez confunde direito à crítica com "sanha censória". Nunca pedi qualquer censura para quem quer que seja, mas era só o que faltava aceitar que fosse eu o alvo dessa mesma censura. Ninguém está acima da crítica, nem os fantásticos Gato, ou será que estão? Não confunda as coisas, sff.

Comentar post