Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O crime compensa

por Manuel Castelo-Branco, em 23.04.09

 

 

Otelo Saraiva de Carvalho foi o líder operacional das FP-25 de Abril. Este facto foi julgado e provado em tribunal. Entre os crimes de que foi  acusado, estavam o assassinato de 17 pessoas, de uma forma fria, brutal e cobarde. Apesar disso, Otelo foi promovido a Coronel por despacho conjunto do Ministro da Defesa e das Finanças.
Entre as vitimas, estava o meu Pai, Gaspar Castelo-Branco, Director Geral dos Serviços Prisionais, assasinado a sangue frio, de forma cobarde, com dois tiros na nuca. Apesar da sua coragem e sentido de dever, Gaspar Castelo-Branco, foi ostensivamente esquecido pelo poder vigente. No ano da sua morte, foi proposto para uma condecoração, recusada por Mário Soares.
Hoje, Otelo é promovido a Coronel, com uma indemnização superior aquela que receberam as famílias das vítimas que assassinou. Não vale a pena expressar ainda mais a minha vergonha, revolta e incompreensão. Este Ministro que o promoveu, não tem memória nem vergonha, não merece o meu respeito nem dos Portugueses.

 

 

PS 

Gaspar Castelo-Branco não foi assassinado por se opor ou discordar das FP-25 Abril, mas porque no exercício da sua função, ao serviço do Estado, cumpriu o seu dever, acatou ordens com coragem e sentido de dever. Era o homem certo no lugar errado e por isso foi morto.  Foi o mais alto funcionário do estado a ser vitima dos terroristas das FP-25 de Abril.
 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Pete a 23.04.2009 às 15:21

Manuel Castelo-Branco, para si e para toda a sua família, toda a minha solidariedade. Gostava que neste país não houvessem pessoas a pensar (?) como o comentador Miguel.
Sem imagem de perfil

De miguel carvalho a 23.05.2015 às 13:22

eu não estou a branquear nada, a 1ª coisa k isse foi k era um CRIME inutil e desnecessario, e não sou comentador, apenas penso com a minha propria cabeça, e a 2 foi lamentar o ASSASSINATO do pai do sr.Mas isso não ker dizer k não possa ter a minha opinião.FOI EXACTAMENTE PARA TODOS TERMOS DIREITO A OPINIÃO E EXPRESSA-LA K FOI FEITO O 25/A......e nenhum de nós estaria aqui a discutir civilizadamente este e outros assuntos se ele (25/a) não tivesse acontecido.Excessos houve de todos os espectros ideologicos, e não se pode admitir uns e condenar outros, eu CONDENEI logo ao inicio todos os actos desta índole bárbara.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds