Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




União de facto republicana

por Luís Filipe Coimbra, em 25.08.09

Como diria o comentador Rui Santos, - Ai!, Ai!, Ai!

Então queriam que um Chefe de Estado eleito pelos votos da direita, traísse o seu eleitorado e virasse o bico ao prego e não vetasse a lei das uniões de facto aprovadas pela esquerda?

Conviria recordar à esquerda republicana, que em República o Chefe de Estado nunca foi nem será imparcial.

Que tal os meus queridos amigos republicanos irem até aos reinos da Holanda ou da Suécia para reverem os seus tabus ideológicos?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Miguel a 25.08.2009 às 21:09

Não se Iludam

Ainda não aconteceu nada de muito sério a PORTUGAL, cá dentro e por dentro, porque ainda há ainda quem tenha muito respeito a um senhor chamado Mário Soares, goste-se ou não, no dia que eventualmente haja o desaparecimento dessa figura singular, toda a Estrutura Administrativa, Política e Constitucional do país podem ser postas em causa, de forma mais ou menos violenta, é um cenário bastante previsível. Pode ser bastante problemático e assustador
Imagem de perfil

De Céptico a 25.08.2009 às 21:18

Bom, a Estrutura Administrativa já foi posta em causa e destruida pelo Pinocrates, a Politica nem sei onde está e a Constitucional nunca foi tão desrespeitada. Mário Soares... pois sim, "tá bem"!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds