Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




União de facto republicana

por Luís Filipe Coimbra, em 25.08.09

Como diria o comentador Rui Santos, - Ai!, Ai!, Ai!

Então queriam que um Chefe de Estado eleito pelos votos da direita, traísse o seu eleitorado e virasse o bico ao prego e não vetasse a lei das uniões de facto aprovadas pela esquerda?

Conviria recordar à esquerda republicana, que em República o Chefe de Estado nunca foi nem será imparcial.

Que tal os meus queridos amigos republicanos irem até aos reinos da Holanda ou da Suécia para reverem os seus tabus ideológicos?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De caodeguarda a 25.08.2009 às 22:21

"Chefe de Estado eleito pelos votos da direita..." - francamente não conheço ninguém de direita que tenha votado no sr. silva... mas a verdade é que só um comentador teve tomates para se conratular com a vitória do centro-esquerda nas presidencias... convençam-se de uma coisa, não é por o repetirem até à exaustão que vão transformar um pr esquerdalho e sem espinha num homem nem de direita nem às direitas... ou como salientou o Bernardino Soares ontem na SIC (só falta chamarem-lhe também de direita) o pr alinhou com todos os disparates xuxiaistas nas áreas económicas e sociais...  e ainda há labregos a chamarem de direita ao gajo... sinto-me insinsultado...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds