Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lei igual para tolos

por Rui Crull Tabosa, em 20.09.09

Ontem, a GNR “apanhou” dois monovolumes da campanha do PS em excesso de velocidade na A 1, perto de Coimbra.

Isto não teria relevância se há três dias a GNR não tivesse sido obrigada pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (cujo presidente é Paulo Marques, nomeado pelo ministro socialista Rui Pereira) a devolver ao PS três viaturas que tinham sido retidas por terem “películas publicitárias ilegais coladas aos vidros”, além de ter de perdoar as multas (no valor de 1100 euros) então aplicadas.

Isto também não seria importante se o insólito argumento usado pela ANSR, entidade dependente do Governo, não tivesse sido o de que "a defesa do exercício de liberdades" é mais importante que o Código da Estrada, que, como se sabe, é uma lei aplicável a todos os que circulam nas estradas portuguesas. Sem comentários.

Agora é esperar para ver se a desfaçatez de quem se julga (e na prática está) acima da lei se volta a repetir …

Alguém explica a esta malta que domina o Estado que o Estado deve ser … um Estado de Direito?

Espero que a explicação seja dada daqui a uma semana.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Vasco Rosa a 20.09.2009 às 12:41

Devolveram tudo sem multas porque lhes foi dito que caso contrários chamariam Jorge Coelho e a sua famosa frase... supunha-se que humildemente esquecida em tempos mais recentes, como garantido, mas nem tanto esquecida como isso afinal
Sem imagem de perfil

De GNR a 20.09.2009 às 12:49

Se pelo menos lessem as notícias, saberiam que foi um mal entendido da parte da GNR. Existem leis especificas para as campanhas.

http://www.ionline.pt/conteudo/23344-mal-entendido--da-gnr-trava-carrinhas-da-caravana-do-ps-no-barreiro

essa cegueira de falar mal sem saber o que se escreve dá nisto.
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 20.09.2009 às 13:10

Em vez de se identificar como GNR (a GNR ficou atónita!), devia mais honestamente identificar-se como PS.
Se as prescrições da lei eleitoral prevalecem sobre o Código da Estrada (?), então desde jáse espera que também seapliquem aeste caso deexcesso de velocidade (173 km/h). Ou já não? Já é muito escandaloso?
E, então, também se deveriam aplicar aos outdoors, suspendendo as regras gerais da sua colocação. Estes entre muitos outros exemplos.
pode tentar atirar areia, mas todos sabemos como é que as coisas funcionam actualmente em Portugal. Como disse o comentador anterior, quem se mete com o PS leva!
mas não tentem enganar as pessoas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds