Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O canto de Zaratustra

por Rui Crull Tabosa, em 15.10.09

Ó Homem! Ouve!

Que diz a Meia-noite com a sua voz grave?

«Eu dormia, eu dormia,

Emergia de um sono profundo:

O universo é profundo,

E mais profundo do que o Dia imagina.

Profunda é a sua dor,

Mais profunda ainda é a sua alegria.

A dor diz: “Vai!”

Mas a alegria quer a Eternidade,

Quer a profunda Eternidade!»

 

(Friedrich Nietzsche, in Assim falava Zaratustra)

 

No dia em que se cumprem 165 anos do seu nascimento.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Alexandre a 16.10.2009 às 01:30

Este não é o post apropriado para o tema, mas visto que muitos posts não permitem resposta, vá-se lá saber porquê aqui vai...

Esta é a melhor resposta ao vídeo de Maité Proença, a qualidade é excepcional, mas é mérito do realizador de «As últimas horas de Hitler». O aproveitamento da legendagem é também excepcional. Está a ser difundida até pela Globo:

http://www.youtube.com/watch?v=xSX3uO7Yw2Q

Acho que com isto não são necessárias mais respostas diplomáticas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds