Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ética Republicana

por Nuno Gouveia, em 03.11.09

Será que essa se aplica a José Penedos e Armando Vara? Ou isso apenas diz respeito às listas do PSD? 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Ega a 03.11.2009 às 16:49

Aplica-se. Entre a boa gente transmontana vem aparecendo uns transviados muito éticos e republicanos, sempre com a mania que foi em Chaves que o Paiva Couceiro se tramou (não evoluem de 1912 para cá).

Ora, vê-se logo que o Vara é dos que reclama um lugar entre os «heroicos defensores» de Chaves.

Vem daí as mordomias e a restante ética...
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 03.11.2009 às 21:42

Como diz, e muito bem, o Prof. Medina Carreira, "a prisão dos grandes é INTERDITA EM PORTUGAL."

A espantosa a ineficácia do chamado combate à corrupção, advém do facto desse combate não ser real, mas sim apenas virtual. 
E é chocante vêr a maneira como as figuras do Regime, se apoiam uns aos outros, escamoteando os factos, e repetindo até à exaustão, a muito conveniente figura da "presunção de inocência", para que todos os desmandos se perpectuem.

Até quando???

Maria da Fonte
A maneira como se arquivam processos, ou se deixam prescrever, é a prova de que o chamado combate à corrupção não passa de fachada.

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 03.11.2009 às 18:11

Ora vejam lá isto!
Sem imagem de perfil

De Ega a 03.11.2009 às 18:23

p.s. Vejam mesmo porque vale a pena!!!
Sem imagem de perfil

De JB a 03.11.2009 às 22:24


Um vintém é um vintém, e um corrupto é um corrupto até na república das bananas.
Sem imagem de perfil

De Joao Fernandes a 04.11.2009 às 07:19

Devíamos seguir a ética monárquica de Espanha, não devíamos?


http://aeiou.expresso.pt/pp-levado-de-arrasto-na-rede-gurtel=f542359
http://es.wikipedia.org/wiki/Caso_G%C3%BCrtel



Sem imagem de perfil

De Ega a 04.11.2009 às 07:33

É assim que a Ética Republicana se desmascara.
Um escandalo no PP espanhol diz respeito ao PP espanhol apenas.
Nunca em Espanha, desde a extrema-esquerda à direita se associou qualquer dessas novelas à Monarquia deles, que é indiscutida.

Aqui em Portugal, e sobretudo com o advento do famigerado centenário, foram os próprios republicanos a inventar esse conceito de «ética republicana».

Porquê? porque eles sabem que toda a corrupção e vergonhas que por aí campeiam estão ligadas ao Regime e não apenas ao sistema politico.
Sem imagem de perfil

De Joao Fernandes a 04.11.2009 às 11:49

Ah ok.
Faz sentido. Se há corrupção numa República, é um problema do regime Republicano. Mas corrupção numa monarquia... já não podemos tocar no regime.
Chama-se a isto uma visão isenta.
Sem imagem de perfil

De Ega a 04.11.2009 às 12:21

Vou tentar ser mais claro:
a) - quem começou a utilizar a expressão «ética republicana?
b) - Porquê?
c) - Os monárquicos já alguma vez falaram em «ética monárquica»?
d) - Porque não?
e) - Em Espanha, o Regime é questionado?
f) - Em Portugal, o regime não é questionado?
g) - Porque não acusam os espanhois a sua monarquia de corrupta?
h) - porque acusam os portugueses o regime republicano de corrupto?

Apresento uma proposta de resposta-síntese. Porque a Republica emerge dos partidos e dos respectivos politicos; identifica-se com eles.
Já a Monarquia é rigorosamente supra-partidária e, como tal, nunca se confunde com as trafulhices da classe partidária.

Creio que em tudo isto, além de isenção, há rigor e alguma clarividência, modéstia à parte.
Sem imagem de perfil

De Joao Fernandes a 04.11.2009 às 16:43

f) o regime como República, não conheço grande contestação.
h) acusam o estado actual da sociedade, não me parece que estejam a acusar o Presidente da Republica.


por f) e h), não me parece que seja o regime na forma republicana que esteja em causa.
Sem imagem de perfil

De Ega a 04.11.2009 às 22:53

i) - Então porque é que os republicanos inventaram recentemente a expressão «ética republicana»?

Creio que este é o mais espremido sumo da questão, a merecer resposta concisa.

Comentar post