Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




26 cêntimos/dia

por Rui Crull Tabosa, em 05.11.09

É este o valor do extraordinário aumento de 1,25%, que o Primeiro-Ministro anunciou hoje para um pensionista que aufere uma reforma de 630 euros.

52 escudos na moeda antiga.

Dá para uma carcaça, ou, mais correctamente, para um papo-seco. É que o aumento não chega sequer para a manteiga.

Porreiro, pá!

26 cêntimos…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Ega a 05.11.2009 às 23:34

Invocando António Sardinha e os Integralistas, isso em pão integral - a cause do colesterol - o que dá?
Para a gente sobreviver?
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 05.11.2009 às 23:57

Sendo que para quem recebe uma reforma, ou subsídio de viúvez, de cerca de 244 euros, nem chega a 10 cêntimos.

Como cada carcaça custa 10 cêntimos, ainda não é desta vez, que os pensionistas da reforma mínima, têm direito a um pão por dia.

Magnífico Estado Socialista!
Como poderia a Humanidade sobreviver, sem os grandes pensadores Iluminados?!

Maria da Fonte
Sem imagem de perfil

De Ega a 06.11.2009 às 00:04

Cara Maria da Fonte:
Continua a cavalgar em noitadas de inspiração profetica!
Estamos todos comidos pela sanguessuga republicana!
Bata-se pelo Portugal verdadeiro.
Outros estão consigo - pelo pãp para a boca dos portugueses.

(Vou descansar umas horas, que amanhã tenho de trazer umas perdizes para os meus...).
Com amizade,
J. da Ega.
Sem imagem de perfil

De «LiBlog II» a 06.11.2009 às 09:35

Não sejamos hipócritas...
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 06.11.2009 às 15:18

LIBLOGII

Tente viver com 243.32 Euros por Mês.
Pague com 243.32 euros por Mês todas as suas despesas. Desde a renda da casa à alimentação, passando pelos medicamentos, a Água o Gáz e a electricidade.

É que caso não tenha reparado, estamos a falar de pessoas idosas, muitas delas doentes e sem família. Mas que trabalharam e descontaram, e hoje vivem na maior pobreza.

Não estamos a falar dos meninos que vivem por conta do Papá, com casa, água, gás, electricidade, e refeições incluídas, além do carro, roupas e calçado, telemóvel, playstation, PC, net, e divagações nocturnas por Discotecas e Bares.

Pague tudo, mas rigorosamente tudo, do que necessita num mês com 243.32 Euros, e só depois, se o conseguir,  me pode chamar hipócrita.

Maria da Fonte

Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 06.11.2009 às 17:21

Isto é muito grave... Ver e ouvir os milhões para bancos, autoestradas, TGV, desvios ao bolso e ter que viver paredes meias com a fome, muito grave mesmo!!!
No século XXI, na era da informação da revolução tecnológica, haver tanta fome e miséria no nosso País que se diz civilizado, livre e Democrático...
E na Assembleia da República discute-se, as maiorias e as minorias, enquanto Portugueses morrem à fome, na miséria... Senhores, cada vez estamos mais perto da revolução, quando sucessivos governos não conseguem satisfazer a mais básica das necessidades da pirâmide de Maslow aos seus concidadãos, estamos mal...Muito mal!
Imagem de perfil

De yulunga a 06.11.2009 às 19:02

Maria da Fonte
Eu diria de outra forma.
Passando primeiro pelos medicamentos, não sobra nem para um pão por dia.
Sem imagem de perfil

De Nuno a 06.11.2009 às 21:49

Na minha opinião pessoal...

Se a Caixa teve 3,5 m M € para injectar no BPN para "ocultar" a ( como hei-de colocar isto numa palavra mais elequente ) gatunagem, ladroagem, banditismo, usurpação e mais uns hieroglifos daqueles dos livros do Asterix quendo se embrulham todos numa saudável pancadaria, será que não haveria mais um bocadinho para pelo menos meter manteiga dentro do papo seco e acompanhar com um cházinho...

Penso eu de que !

Comentar post