Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escumalha

por Nuno Gouveia, em 26.12.09

Sobre os anónimos de serviço, por Rodrigo Adão da Fonseca. 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Ega a 26.12.2009 às 22:15

ANÓNIMOS E PSEUDÓNIMOS


Esta a mais oportuna altura para manifestar o meu afastamento definitivo do blog.
E explicá-la.

Há 2 dias que dois administradores do 31, perfeitamente identificados e que se apresentam com a sua identidade própria - refiro-me a Afonso Neves a a Vasco Campilho - são vítimas das calunias mais torpes, dos insultos mais vis e da cobardia mais descarada por parte de alguém que pura e simplesmente não tem nome. Refiro-me a um, dois, três... (serão todos o mesmo) comentadores.

Segundo aspecto: ao longo de meses foi surgindo neste blog um grupo de comentadores que adoptou um pseudónimo ou um diminuitivo - Ega, Réspublica, Mara da Fonte, Nuno, Marquesa de Carabás, Carneiro, Velho da Floresta, todos os restantes Velhos... - que, PRESERVANDO A SUA IDENTIDADE DA MACRIAÇÃO DE UNS TANTOS - lhes permitia participar construtivamente na discussão dos temas, segundo as respeitáveis perspectivas ou convicções de cada um.

É pela forma como se apresentam - pelo «nick name» que adoptam - que logo se distingue ao que se vem: os «anómimos» e os «pseudónimos».

A situação atingiu proporções inaturáveis. Onde estão já os antigos comentadores/animadores do blog?

Quase todos - não decerto por casa da quadra natalícia - fora do blog, não querendo ver o seu pseudónimo (qianto mais a sua verdadeira identidade) enxovalhada na descambada conversa que vai matando o 31.

Amigos comentadores: V. sabem quem me refiro, e por isso não cito um a um. Grande abraço para todos e antecipados agradecimentos a quantos manifestarem a sua concordância comigo.

«Anónimos», mais ou menos excitados/malcriados/mal-intencionados/desbocados - fiquem-se para aí com a javardice que quiserem e o meu desprezo por resposta desde já dada, e não mais repetida.

Afonso, Moita de Deus, Campilho, e restantes: ponham ordem no blog. É muito simples - são admissiveis todas as opiniões. Desde que CIVILIZADAMENTE  transmitidas. E um abraço também para V. todos.

Seguirei o conselho do RCT: regresso à escrita e edição de livros. à moda antiga.

Continação de boa-noite.
 
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 27.12.2009 às 01:27

Ega. Caro Ega.

Vá passando pelo "alvor silves blogspot", pelo "Portugalliae Blogspot", ou pelos Fóruns do Geneall.

Agora que estamos tão perto da verdade, não podemos desistir.

Talvez o Crull decida criar um Blog, onde  possamos escrever sobre o passado e o presente. E onde a música, a pintura e a poesia nos acompanhem à medida que vamos desenrrolando o Fio de Aryana.

O Da Maia começou com as Teses Alvor Silves, e postou o Mapa de Reinel.
Uma pequena maravilha.

No Portugalliae o José Manuel, tem gravuras e vídeos sobre temas do passado mais remoto, da América à Síria.

No Geneall discute-se a História, e existe imensa documentação.
Mas falta o efeito visual.

Falta o Elo de Ligação e o suporte artistico.

O 31 da Armada poderia ter sido  esse Elo e esse suporte. Poderia ter sido muito mais que um Blog, sério e divertido, sem preconceitos.
Poderia ter sido mais que um livro, que um jornal, um quadro ou uma sinfonia.

Poderia ter sido tudo isso, ao mesmo tempo. 
Poderia ter feito a História.
A nossa História. Que se perdeu no Tempo. E de que restaram apenas fragmentos dispersos pelas Sete Partidas.

Lamento que o não tenha podido, ou sabido ser.

Mas agora, caro Ega, que foi finalmente encontrada a submersa no fundo do Atlântico, a Terra dos nossos Antepassados, o Paraíso Perdido que Cristóvão Colombo  procurou, não podemos desistir de a alcançar.

Maria da Fonte

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds