Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estatisticas gays

por Manuel Castelo-Branco, em 06.01.10

Alguém me diz os numeros desse flagelo dos casamentos gay clandestinos?

 

Ou mais a serio, quantos serão os casamentos gays previstos após uma eventual aprovação da legislação no proximo dia 8, dia de gays?

 

Milhares, centenas, dezenas?

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Bordalo a 06.01.2010 às 09:28

a ler
http://murcon.blogspot.com/ (http://murcon.blogspot.com/)
Sexta-feira, Janeiro 01, 2010

PARECER DO COLÉGIO DE ESPECIALIDADE DE PSIQUIATRIA DA ORDEM
DOS MÉDICOS RELATIVO AO PEDIDO DO SR. BASTONÁRIO EM CARTA DE
14/05/2009
Concordando globalmente com o parecer do Bastonário da Ordem dos Médicos, em
carta datada de 14 de Maio de 2009, e em resposta ao pedido que nela se expressa, o
Colégio da Especialidade de Psiquiatria da Ordem dos Médicos esclarece o seguinte:

1. É generalizado o consenso entre os médicos psiquiatras de que não existe qualquer
tratamento para a homossexualidade, pois esta designação não se refere a uma doença,
mas sim a uma variante do comportamento sexual. Considerar a possibilidade de um
“tratamento” da homossexualidade implicaria, nos tempos actuais, a violação de normas
constitucionais e de direitos humanos. Seria, aliás, o mesmo que falar de um
“tratamento da heterossexualidade”.


2. Este facto não pode omitir que o comportamento sexual é um dos mais complexos
e menos conhecidos do ser humano, embora seja dos que mais leva a conflitos intrapessoais,
inter-pessoais ou mesmo a comportamentos legalmente sancionáveis. Estes
factos não podem ser desprezados pelos médicos e têm levado a diversas terapêuticas
sexuais, alguma das quais pretendem ou pretenderam interferir na orientação sexual.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds