Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O mais engraçado é que tudo isto acontece à frente dos nossos narizes. Sem pudor algum. Está tudo escrito e tudo é público. Ninguém faz nada e como ninguém vai fazer nada também ninguém diz nada. Encolhemos os ombros esperando ter mais sorte da próxima vez. Como se tudo isto fosse normal. Maldita latinidade lusa. Temos a decadência pragmática dos italianos e falta de vergonha dos franceses.  

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Daniel Geraldes a 24.02.2010 às 17:45

Partilha lá connosco? Tas a levar quantos % na Cimpor?
Imagem de perfil

De Réspublica a 24.02.2010 às 18:09

Strabus apud Lusitanea dixit...
"Ao Norte do Tejo estende-se a Lusitânea (...). A região é naturalmente rica em frutos e gados, assim como em ouro, prata e muitos outros metais, mas, a apesar disso, a maior parte destas tribos renunciaram a viver do trabalho da terra para se dedicar ao banditismo, em lutas constantes uns com os outros, ou atravessando o tejo e atacando as terras próximas."
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.02.2010 às 19:36

Speak for yourself....odeio que me envolvam na portugalidade dos outros...sobretudo daqueles que só esperam comer da mesma panelinha.

EducadinhaImage
Sem imagem de perfil

De Chessplayer a 24.02.2010 às 20:10

açções? só as do Benfica.
Sem imagem de perfil

De SAÚDE E FRATERNIDADE a 24.02.2010 às 21:37


A República não conhece vícios.
Viva o paraíso na terra!
Viva a República!

O cidadão Afonso Costa saneia as finanças pátrias.
Saneia as finanças e saneia tudo o que lhe apareça pela frente.

Acções só há umas: as repúblicanas e mais nenhumas!


SAÚDE E FRANTERNIDADE!

Comentar post