Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




PSD é Fitch

por Manuel Castelo-Branco, em 25.03.10

"A aprovação do PEC, depende do conteúdo" dizia o PSD a 8 de Março;  "O PEC é «Programa de Estabilidade e Estagnação»", dizia Ferreira Leite a 13 do mesmo mês. "Com este PEC teremos mais uma oportunidade perdida nesta década" comentava Alexandre Relvas. Paulo Mota Pinto  "defende o voto contra ao PEC" ainda ontem aos microfones da RR.

 

O que se passou entre ontem e hoje?

 

  • O Governo retirou a proposta que eliminava os benefícios fiscais à classe média? Não
  • O Governo abdica do crescimento exponencial de impostos? Não
  • O Governo abdicou dos investimentos públicos como a 3º travessia do Tejo ou o TGV? Não
  • Existe neste PEC maior ambição de crescimento reduzindo o desemprego e/ou a divida externa? Não
  • Tem agora um caminho para o País que passa pela maior ambição da redução do peso do estado ? Não

 

Então o que levou o PSD a mudar a sua posição nestas duas ultimas semanas?

Uma simples alteração de um paragrafo, no projecto de resolução e não no documento do PEC em si. No referido projecto, o PS aceita ser mais comedido no elogio fúnebre ao investimento publico. Nada mudou no conteúdo e quase nada mudou na forma. Será como se a alteração de um paragrafo no prefacio de um livro, tivesse  consequências na sua leitura.

 

É de facto, um partido que esta a saldo. É fácil comprar e convencer. Esta alteração microscópica, foi suficiente para que o maior partido da oposição mudasse o seu sentido de voto. Custa-lhe ficar fora do sistema, do "establishement", do politicamente correcto,  mesmo quando este está corrompido, pervertido e profundamente errado.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Horácio Verdes Campos a 25.03.2010 às 17:52

O PEC é mau. Sem dúvida. O PS é responsável por 15 anos de imbecilidades. Sem dúvida.

 Agora votar contra o PEC seria uma enorme irresponsabilidade por parte do PSD (é que pedimos dinheiro emprestado la fora, lembrem-se? E portanto temos de dar prova de alguma seriedade e maturidade política...).

E é preciso ser mesmo lunático para acreditar que este PSD faria qualquer favor ao PS. Para além de que Manuela Ferreira Leite fez um favor ao próximo líder do PSD, assume sózinha a responsabilidade pela passagem do PEC deixando as maos livres ao senhor que se segue.

Esperamos só que não seja Pedro Passos Coelho. 

Comentar post