Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Concordo...

por Nuno Gouveia, em 25.03.10

Com o que diz o Alexandre Homem Cristo. A abstenção do PEC pelo PSD é um péssimo serviço prestado ao país. Mais ainda porque Paulo Rangel e Pedro Passos Coelho já tinham defendido o voto contra este PEC. Além de passar uma carta branca ao governo, é um sinal claro de desrespeito pelo próprio programa eleitoral defendido nas últimas eleições legislativas.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Braveman a 25.03.2010 às 19:03

Desculpem não tem nada a ver mas sobre a decisão do CJ da FPF  http://tasquinha.blogspot.com/2010/03/vergonha-no-futebol-portugues.html (http://tasquinha.blogspot.com/2010/03/vergonha-no-futebol-portugues.html)
Sem imagem de perfil

De Alves Pimenta a 25.03.2010 às 19:05

Uma vergonha. A drª Ferreira Leite não podia ter escolhido pior despedida.
Será que o PSD consegue reabilitar-se amanhã, elegendo Paulo Rangel? Espero bem que sim, ou a deserção será enorme.
Sem imagem de perfil

De hotboot a 25.03.2010 às 21:16

Deixem lá ver se eu percebo... o PSD defendia uma política de verdade e perdeu as eleições.... o PS mentiu quanto pode e ganhou... agora o PSD aprova a mentira do PS.
Sem imagem de perfil

De Mário a 25.03.2010 às 22:44

Espero sinceramente, na velha tradição do PSD, algo desbaratada nos últimos tempos, que o novo líder amanhã eleito saiba ter a grandeza e a honestidade de agradecer a Manuela Ferreira Leite o tremendo serviço, por ela feito, ao país e ao partido. Andou 3 anos a fazer uma política de verdade e transparência que o país só pode agradecer. O PEC hoje foi a prova evidente do desgoverno a que o sr. Sócrates nos trouxe. Não bastando isso o novo líder deverá agradecer-lhe a posição que ela tomou, quer no OE quer no PEC. Desarmou a chantagem de vitimização evidente de Sócrates que quer eleições já porque sabe que isso o beneficia. Foi inteligente, foi fria, foi racional e soube seguir uma estratégia. Há anos que o PSD não tinha estratégia nem líder. Agora teve e foi essencial para o eventual êxito do novo líder. Saiba ele se-lo e tenha ideias, terá o caminho livre para no timing certo (que não é agora) assumir o governo deste país. Se for Rangel, terá o meu apoio. Se não for, que seja mt feliz mas sem a minha colaboração. Vou por em dia as minhas leituras.

Comentar post