Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A dívida é como o álcool,  em quantidades moderadas faz bem à saúde e até nos anima o espírito. Em grandes quantidades mata! Vale a pena recordar que a economia mundial tem uma grande experiência neste tipo de alcoolismo global. No caso do Reino Unido entre 1918 e 1932 o nível de dívida publica passou de 121% do PIB para 191% do PIB. Nos anos que se sucederam à segunda guerra mundial níveis de dívida pública acima dos 100% eram muito comuns na Europa.  A questão dos mercados é acreditarem ou não se vamos ser capazes de pagar aquilo que lhes devemos. A nossa questão é quantos anos levaremos para amortizar este volume de dívida para níveis sustentáveis.  No caso do Reino Unido só em 1960 é que o nível da dívida voltou para os valores de 1918. No caso português ao problema da dívida pública, que se vai acumulando ano após ano através dos nossos consequentes défices, junta-se o problema da dívida externa (111.5% do PIB em 2009) que se vai acumulando ano após ano através do nosso desequilíbrio entre exportações e importações. No caso da dívida externa resta-nos o caminho da competitividade, que se resume a uma relação mais equilibrada entre o nosso custo de trabalho e a nossa produtividade. No caso da dívida pública e segundo as conclusões do Bank for International Settlements,  se Portugal quisesse voltar aos níveis de dívida pública  de 2007 (63.6% do PIB directa vs. 89% do PIB indirecta) teria que apresentar um superavit primário das contas públicas (antes de juros) de 6% ao ano durante 5 anos ou de 3% ao ano durante 10 anos. Alguém acredita que estes cenários são possíveis no curto ou mesmo no médio prazo? Eu tenho muitas dúvidas e por isso só nos resta (a nós e a outros) o possível caminho da reestruturação da dívida. Ou seja, ir falar com os nossos credores e dizer-lhes que dos 100 que nos emprestaram já só vão receber 70 ou 80. Este é um caminho árduo e complicado, a tal parede que tanto se fala, mas que nos permitiria começar de novo. A austeridade é necessária e urgente, mas se mantivermos os níveis actuais de dívida, dificilmente conseguiremos crescer a níveis aceitáveis … e se não crescermos morremos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.07.2018 às 20:01

Recebi meu cartão ATM programado e em branco
retirar o máximo de US $ 5.000 por dia para um máximo de 30
os dias via (williamscothackers@gmail.com).
Estou muito feliz com isso porque eu tenho a minha última semana e eu usei
para obter US $ 150.000. William Scot Hackers está dando
o cartão apenas para ajudar os pobres e necessitados, embora seja ilegal, mas
É uma coisa boa, também dá empréstimos a 3%. obtenha o seu do Guillermo
Hackers escoceses hoje! Você só precisa enviar um email
a (williamscothackers@gmail.com)
Perfil Facebook

De Kenneth Abrighten a 15.08.2018 às 07:22

Precisa de financiamento financeiro o mais rápido possível? Inscreva-se hoje para um empréstimo via customercare@kabusinesshome.com ou kennethabrightenbusinesshome@gmail.com ou www.kabusinesshome.com para mais informações.

Deus abençoe.
Empréstimo de Kenneth
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2018 às 23:58

buenos días
Este mensaje es para individuos en absoluto
que necesitan un préstamo especial para reconstruir el suyo
la vida. estás listo para buscar ambos para aumentar los tuyos
actividades para un proyecto o para usted
comprar un apartamento, una casa, un automóvil, pero está prohibido
banco o archivo fue rechazado en el banco. Soy un
sobre todo, concedo préstamos que oscilan entre 3.000 y 2.000.000 de euros para todos
personas capaces de cumplir con las condiciones. No soy un
Bank y yo no requerimos muchos documentos para usted
confianza, pero es necesario ser una persona justa, honesta y sabia
Fiable. Otorgo préstamos a personas que viven en toda Europa
y en todo el mundo. Mi tasa de interés es del 3% por año. Si es así
Estoy interesado, por favor contáctame directamente al mío
correo: pedroizu24@gmail.com

Comentar post


Pág. 6/6