Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De volta à Génesis

por Sofia Bragança Buchholz, em 26.05.10

Tenho andado embrenhada na árvore genealógica da minha família e em fotos antigas, a conviver cara a cara com esses estupores que são os ácaros. Descobri que o casal que deu origem ao pai do meu pai tem exactamente o mesmo nome do que deu origem à mãe do meu pai – assim mesmo ipsis verbis – e começo a pensar que a teoria da Origem das Espécies, de Darwin, é uma grande treta e que somos é, mesmo, todos descendentes do mesmo, ou seja, de Adão e Eva.

 

Lucas Cranach, o Velho, Adão e Eva (1531). Staatliche Museen, Berlim

 

Tags:


comentários

Sem imagem de perfil

De Alexandre Kulcinskaia a 26.05.2010 às 16:38

Hum, hum...
E a terra tem a forma de um prato.Image
______________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/
Sem imagem de perfil

De pedro oliveira a 26.05.2010 às 21:35

Cara Sofia,

Elabora um «post» para nos dizer que os pais do seu avô paterno e da sua avó paterna tinham o mesmo nome.
Eles chavam-se Adão; elas chamavam-se Eva.
Obrigado pela partilha, Sofia, bem-vinda (isto soa um bocadinho a uma reunião de «embrenhados em árvores genealógicas anónimos» mas enfim...
A pergunta que este «post» me sugeriu foi a seguinte:
- Como explica, teologicamente, que o Adão e Eva que utiliza como ilustração possuam umbigo?
Sem imagem de perfil

De luikki a 26.05.2010 às 22:11

o incesto é uma coisa tão natural...
Sem imagem de perfil

De Carlos Lacerda a 27.05.2010 às 01:33

Cara Senhora
Tenha cuidado. Amanhã vão chover limões em vez de maçãs. Não saia de casa sem capacete.
Sem imagem de perfil

De Pedro Barbosa Pinto a 27.05.2010 às 15:05

Ainda que assim seja/fosse, Darwin terá que ser uma treta?

"(...)E agora que acendi, na noite estrelada do Paraíso, com galhos bem secos da Árvore da Ciência, este veridico lar, consenti que vos deixe, ó Pais veneráveis!
 Já não receio que a Terra instável vos esmague; ou que as feras superiores vos devorem; ou que, apagada, à maneira de uma lâmpada imperfeita, a energia que vos trouxe da floresta, vós retrogradeis à vossa árvore. Sois já irremediavelmente humanos - e cada manhã progredireis, com tão poderoso arremesso, para a perfeição do corpo e esplendor da razão, que em breve, dentro de umas centenas de milhares de curtos anos, Eva será a formosa Helena e Adão será o imenso Aristóteles.(...)"
 Eça de Queiroz (Adão e Eva no Paraíso)

Comentar post