Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Com Israel, novamente

por Lucius, em 31.05.10

Lamento as mortes, mas estou de novo com Israel. As provocações têm de ser impedidas, sobretudo se mascaradas de ajuda humanitária, desvirtuando o sentido de "ajuda" e de "humanitário", mais um lamentável caso de activismo revolucionário. E ainda uma palavra, agora sobre a Turquia: passo a passo, este governo turco leva o país para mais longe de nós. Primeiro com o retorno do islamismo extremo, depois com o apoio a causas extremistas como este à flotilha, um dia destes caem fora da NATO. Problema deles - eu não volto a Istambul e já ofereci ajuda aos meus amigos que por ali vivem. O Diabo está a tecê-las.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De henry a 31.05.2010 às 21:37


Mas é um desastre em termos de PR...

É quase incompreensível Israel ter caído numa armadilha tão rudimentar, tão óbvia e que estava anunciada há meses.

Uma falta de profissionalismo a todos os níveis: forças armadas (táctica errada), serviços diplomáticos (sem preparação) e política (sem estratégia).

Ainda por cima porque o joguinho dos palestinianos, dos turcos e outros não parece ser muito sofisticado (cartazes preparados, crianças à frente, queima de bandeiras, manifestação dos barbudos habituais etc.) O folclore estava preparado e o touro israelita entrou na arena com os dois cornos...

Esperava mais de um país como Israel, é que ter razão não basta...

Comentar post