Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A pergunta

por Henrique Burnay, em 07.06.10

De cada vez que se tem uma discussão sobre Israel convém, antes de prosseguir, fazer uma pergunta: Israel tem direito a existir, ou (ou nosso interlocutor) acha que Israel não devia estar ali? Normalmente, com esta pergunta-se poupa-se imenso. É que a maioria dos que se entusiasmam a acusar Israel de ser um Estado terrorista, que compreendem o “desespero” dos terroristas suicidas, e por aí fora, normalmente confessam que, se dependesse deles, Israel não existia. Ora, é exactamente isso que está constantemente em causa. É por isso que com gente assim não vale a pena a discussão.

 

No Metro de hoje


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Elisiário Figueiredo a 08.06.2010 às 14:34

Tem direito a existir, não tem é direito a ocupar território palestiniano subjugando o povo as maiores atrocidades .

O território Palestiniano está reduzido a menos do que uma centésima parte daquilo que era em 1946.

Aquilo que Israel faz é uma afronta aos direitos mais elementares de convivência.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds