Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Saramago não é a Isabel Alçada II

por Rodrigo Moita de Deus, em 20.06.10

Tanto não há pendor ideológico na sua obra que Saramago era o comunista que vivia no Reino de Espanha e aceitava dinheiro da Casa Real Sueca.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De FGCosta1954@gmail.com a 20.06.2010 às 21:47

A propósito de "amor incondicional":Não acham estranho? Então as cinzas primeiro eram para ficar na sua oliveira em Lanzarote, depois para ir metade (!?) para a Azinhaga e outra metade para as Canárias, e agora ficam todas em Lisboa??? Que o escritor detestava? Diz a inefável Pilar que foi um desejo "nos últimos segundos de vida" (já nos descontos?) . Uma irmã dela, entrevistada ontem em directo (lamentável descuido...) mostrou-se estupefacta e reafirmou veementemente que o desejo de Saramago sempre foi ficar em Lanzarote, onde foi feliz (o que até acredito e tem lógica) Será que as benesses da Casa dos Bicos (fadado nome), os respectivos subsídios e cargos inerentes não têm nada a ver com este alteração de ultima hora, anunciada hoje pelo presidente da câmara? Não é estranho o silêncio dos jornalistas sempre tão prontos a levantar suspeitas? Não é algo de esperar de alguém que fez mudar o apoio e voto de Saramago ao PCP pelo apoio ao PS a troco da dita casa e fundação? Em linguagem futebolística, quanto terá pago a Camara de Lisboa pela transferência das cinzas, e para que Costa fizesse disso o ponto forte do seu discurso fúnebre? </span></div>

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds