Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a reforma da segurança social

por Rodrigo Moita de Deus, em 07.08.10

Recebemos por invalidez, porque estudamos, porque não trabalhamos, porque trabalhamos, porque não queremos trabalhar. Recebemos por filho, por dependente e por pai,. Por curiosidade fui ver: contei 31 apoios, subsídios e pensões. Trinta e um apoios subsídios e pensões. Trinta e um formulários, trinta e um sistemas, trinta e um departamentos, trinta e uma funções. Preenchemos papel para dizer que alguém morreu. Preenchemos outro para o enterro. Trinta e um tipos de prestação social. Sistemas dentro de sistemas, formulários dentro de documentos, dentro de sistemas, dentro de sistemas, dentro de outros sistemas. E milhares de funcionários para tratar da papelada dos sistemas todos. Algo assim não pode ser eficiente.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 09.08.2010 às 19:46

Caro Rodrigo:

O post deveria ter começado com: "Recebemos, porque já pagámos para receber...", porque nos roubam à cara podre diariamente e não é para sustentar a segurança social, nem qualquer apoio social...
Chega a ser um ultraje falar em subsidios miseráveis, quando o dinheiro dos contribuintes, serve um BPN...
Quando esse dinheiro, do nosso suor, serve as Scuts, as pontes, os submarinos, as obras faraónicas, os prémios escandalosos, o Mexia, o Constâncio, os sucateiros, as Varas, os Rui Pedro Soares e muitos mais... Que representaram muito mais do que 31 apoios sociais na despesa estadual... E que o PSD se propõe a engordar ainda mais o estado à custa da miséria de muitos...
Chega a ser insultuoso, este comportamento da pseudo direita que se prepara para suceder à pseudo esquerda... Insistindo que a causa do descalabro são os apoios sociais e não a péssima gestão que os partidos tem feito deste País...
Clarifiquem o financiamento partidário, as parcerias público privadas, as reformas luxuosas de uns quantos ao fim de escassos meses de trabalho, enquanto que outros 40 anos de descontos não chegam para a reforma...
É disso que se queixa, Moita de Deus?
Caro amigo, este seu post é pura mesquinhez, tal como o argumento useiro e vezeiro da direita e dos apoios sociais... Política de Homens era desafiar aqueles que corroem o sistema, os poderosos, não os que são esmagados por ele...


 

Comentar post