Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A solução que se exige

por Nuno Gouveia, em 24.08.10

Augusto Santos Silva colocou em perigo a vida de militares portugueses no estrangeiro. Não tendo muitos  portugueses a actuar no Líbano e no Afeganistão, o patético ministro lançou um sério aviso aos habitantes desses países: se estiverem com portugueses a partir do próximo mês de Outubro, pensem bem antes de falar, pois podem ser espiões ao serviço do Ocidente. Qualquer português poderá ser considerado um alvo, e imagino que os nossos inimigos no Afeganistão, que até agora podiam ligar pouco aos militares que por lá andam, agora irão passar a olhar com outros olhos para os portugueses. Um local de guerra é perigoso, e ao enviarmos soldados para o teatro de operações, sabemos que estamos a correr riscos. Mas é ridículo que o próprio ministro da Defesa, por não perceber nada do cargo que ocupa, contribua para aumentar o perigo. Por isso, e se José Sócrates não tiver dignidade  para tal (como provavelmente não terá) Cavaco Silva,  como Comandante Supremo das Forças Armadas Portuguesas, deve pedir imediatamente a demissão de Santos Silva. Não pode haver outra solução para este caso.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Allgarve a 24.08.2010 às 20:56

O augusto é maluco.Qualquer pessoa normal não fazia este tipo de declarações.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds