Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




tiveram seis anos para arranjar um spin melhor

por Rodrigo Moita de Deus, em 28.08.10

Vamos a isso outra vez:

O negócio de prestação de serviços hospitalares depende do negócio de seguros de saúde;

Não há prestação de serviços hospitalares sem seguros;

Há prestadores de serviço e há seguradoras;

Em alguns casos os prestadores de serviço também operam seguros;

A CGD tem 70% do mercado de seguros.

Esses 70% foram obtidos através de aquisições no sector segurador;

Uma quota de 70% permite que nenhum prestador de serviços privado possa operar sem o beneplácito da CGD;

A CGD é cliente quase exclusiva dos privados no sector dos seguros.

Com 70% de quota de mercado dos seguros a HPP tornou-se no maior prestador de serviços

Acresce que a HPP é detida pelo estado. Os mesmos senhores que através da ADSE e dos outros subsistemas de saúde representam 2 milhões de clientes potenciais. Repito. Dois milhões de clientes.

Por exemplo, o João sabia que a ADSE já tem protocolo com o Hospital dos Lusíadas? É só mais uma forma do governo subsidiar os "negócios privados" da CGD na área da saúde. Uma forma que permitirá que esta unidade deixe de dar prejuízo já em 2011.

Continuamos?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De dói-dói a 28.08.2010 às 02:20

http://www.youtube.com/watch?v=2lxGF3ebxg4
Sem imagem de perfil

De dói-dói a 28.08.2010 às 02:35

O Diário de Notícias preparou um grande especial para assinalar o centenário da proclamação da República. Assim, são várias as iniciativas que terá disponíveis nos próximos dias, na edição impressa do jornal e aqui no DN.pt.
Sem imagem de perfil

De Magistral_estratega a 28.08.2010 às 03:32

E então?
Já estão convencidos de que se o sistema ainda fosse menos público o regabofe ainda seria maior?

De que o mercado em Portugal é uma mentira?

Não prefeririam debater medidas que aumentem a eficiência e eficácia do SNS  e não só a sua ideologia?

Ou já pode acabar essa defesa do privado é que é bom?

http://saudeeportugal.blogspot.com
Sem imagem de perfil

De mjazevedo111@gmail.com a 28.08.2010 às 15:15

Acabem com a ADS, e vão ver como como os privados vão ficar... era uma medida justa, pois descontando todos os portugueses para o mesmo bolo, qual a razão, para uns comer mais fatias desse bolo? Mais tarde ou mais cedo isto vai acontecer.. Rodrigo,pode informar os sseus companheiros de blogue, quanto representa para o estado a ADS? Agradeço.
Sem imagem de perfil

De andrecruzzz a 29.08.2010 às 02:08

IMHO , naquela frase que muito catita: isto anda tudo ligado..

que belos aneis que o governo e a cgd estão a criar para vender daqui a uns anos , assim q consigam reequilibrar as condiçoes de oferta e procura de cuidados de saude e habituar as pessoas primeiro a pagar e bem..
já agora: sócrates diz q quer acabar c as deduçoes p tornar a coisa mais justa e o ppc diz q quer por a malta apagar mais de acordo c as s possibilidades(os mesmos das deduçoes só que a pagarem mais à mesma).

s os pontos de partida parecem diferentes, quão diferentes serao os pontos de chegada?

Comentar post