Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda há vida inteligente por aí?

por Afonso Azevedo Neves, em 26.09.10

Teixeira dos Santos tem de decidir se quer ser a excepção ou continua a fazer parte do problema. O problema não é a natureza já conhecida de Sócrates mas é todo um governo.  

Esperemos é que não tenha já tomado a mesma decisão do Ministro Amado e esteja apenas à espera da campainha para o fim do recreio. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De montenegro a 26.09.2010 às 10:33

Socrates? ganhou 2 eleições e vai-se preparar para ganhar a 3ª, a bem do País.
Sem imagem de perfil

De dr.Pitosgas a 26.09.2010 às 12:11



Boa malha.

 

Pode ser que a rapazida espevite
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.09.2010 às 15:02

Se houver um mínimo de sentido de Estado, o orçamento tem de ser aprovado há primeira porque da maneira como está a micro-economia Portuguesa, a própria segurança social tem os dias contados.
Mas para a classe politica da oposição seja de direita, centro direita, seja a extrema esquerda, como estão todos instalados e todos têm aplicações financeiras na banca para sobreviverem quando esse possivel cenário acontecer covém-lhes propagandiar os ataques mas as alternativas de todos eles não existem ou seriam piores.
se me permite o "comment" deste leigo de suburbio que nem frequência universitária tenho.
Sem imagem de perfil

De António Cordeiro a 26.09.2010 às 15:30

O homem nem deve saber qual é o valor do deficit para 2010. Há 1 ano jurava que o deficit em 2009 seria de 5,9% (antes das eleições, claro) depois foi crescendo e passado menos de 3 meses ficou nos 9,4%...

Sem imagem de perfil

De O Homem D'ontem a 26.09.2010 às 20:03


Teixeira dos Santos tem de decidir se quer ser a excepção ou continua a fazer parte do problema.

ahahah
a serio,não há palavras para a ingenuidade desta frase.

Va-se la saber porque, o xôr Afonso etá em crer que quem habita o parlamento tem algum tipo noção de integridade, honra ou dever para com o país.
A sério, é suposto o ministro preocupar-se minimamente se daqui a 20 anos alguem o puder vir a acusar disto ou daquilo?
E qual problema? o senhor ministro não vê nenhum problema. Foi ele que o criou (ou no minimo, assegurou a continuidade), se para ele fosse um problema nao o teria criado. Para o senhor ministro, o senhor ministro está certo. Não porque os factos o comprovem, mas porque nao sabe melhor.
Se pedir a uma criança que desenhe um circulo sem compasso, é obvio que ha de sair uma coisa oval, mas para a criança continuará sempre a ser um circulo. As coisas não são o que são e não são o que parecem. As coisas são o que nós achar-mos que são. E neste caso, essa opinião e validada pelo facto do senhor ministro ser o senhor ministro. O senhor ministro é o senhor ministro, logo, o ministro é que sabe. Porque é o ministro.

Para o senhor ministro, só existe um problema. O povo.
Como convencer o povo que o senhor ministro é que sabe?

A nossa classe politica (salvo muito raras exepçoes) é constituida por pessoas que não teem curriculo para conseguir um emprego sem ser recorrendo a cunhas.
Nada sabem, e nada aprendem porque tudo o que necessitam para manter um cargo é o apoio da cunha. Competencias e desempenho sao absolutamente secundarios. O senhor ministro não é ministro por ser bom para o cargo ou por ter provas dadas. O senhor ministro é ministro porque alguem acima dele assim o decretou. O unico dever que o senhor ministro tem é para com quem o sentou na cadeira. tudo o resto é irrelevante.
Fora isto, so ha duas coisas que o senhor ministro tem de saber: uma percentagem aleatoria e uma media.
O resto, é impossivel. Adquirir tal conhecimento implica uma longa experiencia de vida no mundo real. E isso é algo que a nossa classe politica não tem.
Ou porque sao filhinhos de familias ricas que sempre foram protegidos e a dada altura acharam que uma carreira politica poderia ser um bom substituto para a cultura que não teem (dado que os coloca num patamar de inquestionabilidade), ou porque veem do meio de mafiosos onde a unica coisa que aprenderam enquanto balançavam nos tomates do chefe foi como mentir,ocultar,ludibriar e desvalorizar.
(ainda alguem ha de me explicar como é que a elite politica, as mentes iluminadas que a populaça escolhe para os representar vem sempre la das berças, do monte ou do campo, onde nada ha que os forme. Aparentemente, os grandes nucleos culturais deste país estao localizados nos palheiros do portugal profundo.
Isso, ou o a unica proeficiencia necessaria para ser ministro neste país é a aptidão para ludibriar simplorios e filhos de primos...ou seja, 90% da populaçao)

Ao fim ao cabo, o unico problema que existe neste pais nao está nas maos do senhor ministro. O magalhaes foi um pequeno passo (lol), mas o problema deste país sao os portugueses. Isso e eleiçoes compradas, mas isso já é outra historia.
Quanto ao senhor ministro, o unico problema que tem para resolver é decidir que sapatilhas usar para o contra-relogio que é governar.

Ps: isto de guardar os IP's de quem comenta...parece que afinal a alemanha ganhou a guerra, mas isso tb n é novidade para ninguem
Sem imagem de perfil

De Tuga Sorna y Choné a 26.09.2010 às 22:15

Ainda há pouca tempo atrás estive a ver uns vídeos do Sócrates no Youtube! Grande Sócrates, grande senhor, grande homem! Grandes jogadas! Grandes Golos! E licenciou-se em Medicina pelas vias normais, antes de se tornar profissional da bola!

Obviamente que estou a falar do Sócrates, esse grande futebolista brasileiro das décadas de 70 e 80! Pensavam que eu estava a falar de quem?
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 26.09.2010 às 23:53

5 anos depois ainda há conversa desta sobre Teixeira dos Santos? Andaram a dormir?

Comentar post