Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




All Tomorrow's Tea Parties

por Francisco Mendes da Silva, em 20.10.10

"Anyone who thinks I'm crazy about Sarah Palin, Bush, etc has made quite the presumption," she declared. "I have voted Democrat all my life, until I started listening to what Obama was promising and started wondering, 'How the hell will this Utopian dreamland be paid for?' For those who actually believe that their taxes won't go up in order to pay for all this insanity: good luck!"

 

"I'm stunned that so many people who call themselves liberal yet are completely intolerant," she said. "I thought liberals loved everyone: the poor, the immigrant, the gays, the handicapped, the minorities, dogs, cats, all eye colours, all hair colours! Peace, love, bull! Curious they have no tolerance whatsoever for anyone who doesn't think exactly as they do. You disagree and you're immediately called a fool, a Nazi, a racist. That's pretty fucked up! I would never judge someone based on their political views. Their honesty, integrity, kindness to others, generosity? Yes. Politics? No!"

Tucker, who said she is no longer involved in music, has not heard from any of her one-time bandmates in The Velvet Underground since the incident, but declared: "Anyone who knows me knows that I'm not a fool, a racist, a Nazi. Anyone who knows me knows I'm afraid of flying, afraid of bugs, but not afraid to say what I think."

 

Moe Tucker foi a lendária baterista dos Velvet Underground e é agora apoiante do Tea Party. "Utopian dreamland"? Pois é: afinal quem é que anda metido no ácido?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Max a 20.10.2010 às 18:01

Talvez isto ajude a perceber um pouco do que falamos quando falamos do Tea Party. Menos impostos? Sim! Menos ingerência do estado? Sim! O problema é que o Tea Party é isto:
http://www.guardian.co.uk/world/2010/oct/19/christine-odonnell-church-and-state-gaffe
Sem imagem de perfil

De João Lisboa a 20.10.2010 às 18:10

Quer dizer... não é bem, bem isso que lá está...

Mas a política é susceptível de diversas e criativas abordagens:

http://lishbuna.blogspot.com/2010/10/queiram-entao-ficar-saber-quase-tudo.html
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.10.2010 às 18:37

Alberto Martins diz que "que ninguém se deve excluir aos sacrifícios que são pedidos a todos". Eu acho que tanto ele como os seus entre pares não só não fazem como nunca fizeram sacrifícios alguns pelo país ao contrário do povo. Quando muito só se fizer algum sacrifício para defecar quando vai à casa de banho.
Sem imagem de perfil

De má língua a 20.10.2010 às 20:31

exacto. as pessoas valem pelo que são/fazem no cotidiano e não pelo que dizem defender.
lembrei-me de um senhor , à rasca por o seu patrão "bué bonzinho" pcp não lhe ter pago a ss durante montes de tempo . foi o posterior patrão , um mauzão de direitas , que lhe pôs as contas em dia , pagou o que estava em falta , para que ele se pudesse reformar. pois é.
Imagem de perfil

De jfd a 20.10.2010 às 21:24

Genial banda
Genial assunto
Gostei mesmo deste post!

Comentar post