Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Salazar, o sms e a ignorância por bandeira

por Rita Barata Silvério, em 02.04.07

Como se podia esperar, a eleição do Salazar como o melhor português de sempre teve o seu eco em Espanha. Pelos vistos o segundo canal da televisão pública apresentou o nosso Portugal como um país de analfabrutos, brutamontes imbecis sem qualquer recordação da historia, pobres e infantis, desesperados por um líder forte, carentes de pai e quanto menos amorais. É curioso ver como a Historia perde a maiúscula, se banaliza em sms, em programinhas de domingo à noite e mais curioso ainda é observar como esta Espanha, que tanto medo tem de se debruçar na sua própria Historia, se ergue perante o quotidiano televisivo do vizinho. Explico-me: há tanto pudor em Espanha em relação ao franquismo, tanto respeitinho acagaçado pela Transição, que o relativismo é agora palavra de ordem. Tanto para a direita para a esquerda. Quando a Historia é tratada com pinças acontece que a Guerra Civil foi ganha pelos maus, o Franco matou mais que o Hitler, o Rei Juan Carlos é um bananas e todos os descendentes dos ministros da ditadura devem ser pendurados pelos tomates. Ou então as Sete Leis Fudamentais foram ditadas por Deus, os comunas comem meninos e o País Basco é um ninho de terroristas anti-pátria. Palavra de honra que já não posso ver bandeiras republicanas na Puerta del Sol nem manifestações onde a extrema direita brama pela Espanha “una, grande y libre”. Se não os conhecesse achava que os espanhóis são simplesmente estúpidos. Mas não são, como também não considero que Portugal seja um ninho de fascistas só porque na RTP o Salazar ganhou um concurso da treta. Mas, claro, é mais fácil ser preguiçoso e ter a Historia simplificada em bandeiras, mensagens de telemóveis e manifestações pagas pelos manipuladores do ontem que ter coragem e tratar o passado por tu.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De alguem a 02.04.2007 às 22:48

nao se percebe, pelo menos eu nao, porque carga d'água salazar conseguiu ganhar tal premio. da-me "mais alegria" (não muita) pensar que quem votou nele nao estaria no seu juizo perfeito ou apenas o fez no puro espirito de brincadeira (brincadeira parva). ninguem, mas NINGUEM, que tenha o minimo de cultura e um palmo de testa para pensar iria se colocar do lado de Salazar e apoiar os tempos em que cabeça baixa, liberdade 0 e injustiças reinavam no quatidiano. comparo-o essa posiçao como a de quem poderia apoiar o Hitler e todos os seus actos macabros ao longo dos anos de puro sofrimento de judeus e pessoas de etnia cigana.Eu vivi o 25 de Abril e posso dizer que até hoje nunca vi tanta massa associativa a defender a mesma causa, os mesmos interesses.
deixo aqui um conselho aqueles que votoram em Salazar. acreditem na incarnaçao e pode ser que tenham a sorte de viver os piores anos de portugal (que podem ser muitos) durante a governaçao de Salazar.
para nos, pessoas cultas e ajuizadas, restanos acreditar no mito sebastianista e esperar que D.Sebastiao apareça numa noite de nevoiro para dar de votla o brilho e prestigio de Portugal.(piada, tambem sei ser comico, sem no entanto votar em Salazar)
Sinceramente...conforme a minha neta diz, Crescam e apareçam. ganhem todos juizo e começem a fazer algo produtivo pelo nosso país.
Aos espanhois, olhem para Portugal como um pais que outrora vos venceu em muitos aspectos e nao como um pequena provincia de espanha. os espanhois tambem erraram e ainda sofrem por esses erros em pleno seculo. eles vivem com as consequencias do passado, nos graças a deus, nao temos Salazar vivo para se candidatar a qualquer tipo de cargo politico.

peço desculpa pelo longo cometario, mas ha certas coisas que penso que têm de ser ditas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds