Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Noite das arábias em Al Valade (II)

por Luís Filipe Coimbra, em 22.02.11

Provavelmente ter-se-á passado qualquer coisa de muito grave lá fora, nas praças Tahir, antes do início das orações da noite. Se assim foi, é de estranhar que toda a comunicação social não tenha hoje dado relevo especial a esses acontecimentos. Mais esquisito ainda é que na net, entre  videos a imagens, ninguém até agora tenha minimamente divulgado tudo aquilo que eu presenciei ontem dentro de Al Valade, coisa nunca vista em 50 anos que vou às muitas mesquitas dos Aiabolas espalhadas pelo País.

Dois ou três agentes da autoridade entraram numa bancada de Al Valade para sacar pelos colarinhos um passador de passa ou alguém mais avinhado, como por vezes acontece? Nada disso!

Tenho para mim que aqueles olhos alucinados, aquela entrada de rompante e  a vontade de bater a torto e a direito só podem ter uma explicação do foro político- psiquiátrico.

 

Sim, sim. O que é que terá passado pelas cabeças confusas daqueles agentes da (des)ordem?

1ª Hipótese: a criança que levou uma cacetada, não era ela mas o (eticamente) imberbe Ministro da Administração Interna que desmanda neles.

2ª Hipótese: o velhote que levou aquele empurrão, também não era ele mas representaria aos olhos do agente o Ministro das Finanças que lhe tem ido injustamente à carteira.

3ª Hipótese: a senhora de cachecol verde e branco foi confundida com a Ministra da Saúde para compensar aquelas cenas durante a campanha para as legislativas de 2009, em que Sua Excelência abria diariamente os telejornais para explicar ao indigenato que o governo era fantástico e estava tudo muito bem organizado porque nesse dia "não-havia-casos-de-gripe A-na-pandemia-que-não-existia".

 

Eis três hipóteses político-psiquiátricas que deixo à consideração dos médicos do “31”…


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Na net, ninguém diz realmente quem é... a 22.02.2011 às 15:10

É sempre assim: para uns o copo está meio cheio, para outros está meio vazio.


É que a mim o que chocou foi ver a polícia a fugir. Ficou muita bordoada por dar, isso sim.


Um estado de direito não pode ser complacente com a delinquência.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2011 às 17:19

A Polícia é amadora, nem sabe ao que anda nem o que faz no sentido de restabelecer a ordem pública é sempre na base da bastonada e da pancadaria a eito e a preceito em tudo o que mexe, até em inocentes batem e os adeptos comportam-se como autênticos energúmenos não tendo qualquer respeito por nada. Não tenho pena nenhuma, uns e outros deviam levar mais.
Sem imagem de perfil

De Antonio a 22.02.2011 às 15:56


é pá, não vi bem porque não estava no estádio, mas soube por quem esteve (e até estava na mesma bancada - embora não exactamente no mesmo sítio) que foram os bonzinhos dos adeptos que começaram por dar uma sova nos malvadões dos polícias.
depois os malvadões foram buscar amigos ainda mais baixo nível e deram uma coça aos bonzinhos e coitadinhos dos adeptos.

Só é pena as que falharam tenho a dizer.

Sejam benfiquistas, sportinguistas ou portistas, claques que resolvem sovar e enxovalhar polícias (pais, filhos e irmãos por baixo da farda de malvadões) deviam levar sempre a dobrar.

há mínimos e essa gente (e sim, dito com repugnância e segracionismo, batam-me) não os cumpre nem tão pouco joga com o baralho todo.

mesmo que me venha dizer que deviam bater apenas nos "certos", eu respondo que a vida não é um jogo de computador em que os maus têm uma cor diferente dos bons. na vida os bons (com dois dedos de testa) não se metem no meio das claques, caso contrário arriscam-se a levar - e provavelmente merecem - tanto como os outros, os "bonzinhos".

p.s. - a criança (um hooligan em potência), o velho (um hooligan reformado) e a senhora (uma hooligan com farnel) provavelmente também mereceram, porque se estavam na zona da "batida" policial, é porque também devem ter molhado o bico aquando da sova aos polícias em minoria... por acção ou omissão, pouco me importa.

(e sim, na sua opinião até posso estar tontinho, mas é assim que penso, temos pena. Mais, se fosse o meu filho, mãe ou avô a levarem - com as devidas cautelas devidas pelo temor reverencial - diria que o erro foi terem ficado por lá. porque se com a sova na polícia não perceberam que ali não era o sítio certo, com a sova da polícia de certeza que não se esquecem de ir para bem longe dessa turba na próxima vez que forem "à bola").

Aquele abraço
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2011 às 19:37

Sócrates acabou de anunciar: o Avião Eléctrico; o Magalhães Eléctrico com rodinhas e a Colher de Sopa eléctrica.
Sem imagem de perfil

De João Branco a 22.02.2011 às 17:21

http://joaorbranco.blog.com/2011/02/22/foto-do-dia-2/
Sem imagem de perfil

De Carlos Alberto a 22.02.2011 às 17:52

Olha se fosse em Tripoli, olha...


A força aérea a dar cabo de Al Valade!!! Assim foi só a infantaria (argentina). 


Quanto aos desacatos... cada vez gosto menos de claques, tenham elas a cor que tiverem!!! 
Sem imagem de perfil

De K2ou3 a 22.02.2011 às 18:24

EhEhEh
Hoje deve ser dia de reunião do Conselho Geral no sitio do costume.
Só é pena que vai estar esgotado com as nossas trinta secretas, com fotografias e tudo.
Sem imagem de perfil

De Herr Frederick a 22.02.2011 às 20:29

Dum clube burguês e finório, o Sporting está transformado num clube de rufiões, chulos e marrecos.
Nisto já compete directamente com o Benfica, o clube dos bigodes e do vinho carrascão!
Sem imagem de perfil

De Tuga Sorna y Choné a 22.02.2011 às 20:46

Vou partilhar convosco uma opinião pessoal que já transmiti a outras pessoas, apesar de poder ser muito polémica!

Acho que o recrutamento de novos agentes da autoridade para as forças de segurança deverá ter falhas, devido ao conhecimento pessoal de alguns dos indivíduos que para lá entraram! Conheço vários indivíduos sérios e absolutamente confiáveis que entraram para as forças de segurança! Mas também conheço uns quantos casos que me deixam absolutamente siderado e a pensar como é possível?

Quando andei no ensino secundário português, lá pelas escolinhas andavam uns quantos indivíduos do piorio, sendo que alguns dos passatempos favoritos desses senhores, aos 14-17 anos, eram o bullying, humilhação e o espancamento de colegas mais novos e/ou em inferioridade numérica; esquemas de extorsão ou roubo, vandalismo, alcoolismo, pessoal sem qualquer tipo de civismo ou educação, que nunca ou raramente tinham qualquer tipo de punição por medo dos adultos, poder e influência dos papás, etc...! Alguns eram repetentes crónicos que só concluíram o 9º ou 12º anos mais tarde e fora da escola pública, devido àqueles cursos e esquemas de facilitismo que antecederam as actuais "Novas Oportunidades"!

Mais tarde fui tendo conhecimento de que vários destes indivíduos conseguiram entrar para forças de segurança e fiquei espantado! Será que indivíduos que aos 14-17 anos são do piorio, aos 18-20 anos já serão uns santinhos de altar? Ainda por cima se não tiverem bons oficiais superiores com autoridade e disciplina para os controlarem?

É por isso que não me admiro nada quando vejo nos jornais ou TV's algumas notícias sobre alguns acontecimentos deprimentes nas forças de segurança!

Aproveito contudo para deixar neste post a minha homenagem a todos os muitos agentes sérios, honestos e aplicados que existem nas forças de segurança; cuja imagem é manchada por algumas ovelhas negras, algumas das quais eu acredito que estejam entre os casos-tipo que referi!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Isaac Salomão a 22.02.2011 às 20:51

Tenho o hábito de passar por aqui, e digo-lhe desde já que esperava mais em relação a este assunto. É que, não sei se você se apercebe, mas é um opinion maker, e como tal, há assuntos que devem ser tratados com certa cautela.
A situação que se viveu ontem em Alvalade é uma delas. Não é que não a pudesse satirizar, a questão é que deveria tê-lo feito com outro decoro. Sabe, é que a verdade tem sempre duas versões, pelo menos, por isso deixo-lhe algumas questões, para que possa cogitar sobre o assunto.
Quem garante que a sua casa não é invadida, que o sr. não é espancado no meio da rua, que não lhe destroem o carro?
Pois é, são esses mesmos que o sr. achincalha.
Alvalade não é só a superior sul, pois não? Não havia mais lugares quando comprou o bilhete, ou escolheu mesmo ir para junto dos "animais"?
Pois é, semeiam-se ventos, colhem-se tempestades.
Sabe o que me dizia a minha querida avózinha? "Junta-te aos bons e serás como eles, junta-te aos maus e serás pior que eles." Tenho dito.
Sem imagem de perfil

De Kruzes kanhoto a 22.02.2011 às 22:03

O que eu gramei foi ver o outro a marrar com os cornos no semáforo!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Isaac Salomão a 23.02.2011 às 00:35

Esse foi o momento lúdico da noite... acabei de ver agora mesmo. Genial.
Sem imagem de perfil

De Apenas eu a 22.02.2011 às 23:03

tanta opinião pró e contra claques e forças policiais... alguém sabe mesmo o que se passou? esses julgamentos de comerem todos pela mesma colher é mesmo de rebanho. ou vou atrás de uma ovelha ou atrás de outra sem meios termos.

nas claques e na policia existem pessoas de bom e de mau caracter como em todos os lados. quem por ai até vem com ditados como o "(...) serás pior que eles." tb deve achar que como existem policias corruptos todos o são. e como existem policias que só querem malhar a torto e a direito todos o querem, e por isso a culpa ontem foi da policia.

se na tua profissão um for traficante tu tb o serás. e se por azar no bar que frequentas existe um maluco, um gay, um machista que mete conversa contigo e até falam frequentemente tu tb serás isso tudo.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Isaac Salomão a 22.02.2011 às 23:50

Pois é "Apenas eu", e tu, costumas atirar cadeiras à policia, cuspir-lhes para cima? Eu não, mas há quem o faça, e quem vai ao estádio sabe onde eles estão, ou estarei enganado? E não é comerem todos pela mesma medida, é mais "quem anda à chuva molha-se". Eu explico melhor. Pegando no teu exemplo, se estiver com um traficante e for abordado pela policia, é mais que certo que também me vão julgar traficante, não é, ou vives noutro planeta?

Comentar post


Pág. 1/2