Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




espantoso

por Alexandre Borges, em 24.03.11

Bastou um dia. Um. Ainda não há data para as eleições, a demissão do governo ainda nem foi formalmente aceite, e o PSD já perdeu a face nos dois maiores pecados que poderia apontar ao PS: querer resolver à crise à custa do aumento de impostos e não ter palavra.


comentários

Sem imagem de perfil

De O Homem D'ontem a 24.03.2011 às 22:40

mas esperavam outra coisa?
de uma vez por todas, eles sao todos o mesmo partido, e estão la para assegurar a sua existencia e a manutençao de uma farsa de democracia, e nao para a assegurar a qualidade de vida dos cidadaos.
se em vez disso tirassem 5000€ dos orçamentos mensais dos 13000 institutos e grupos de missao por ai espalhados (e podiam ser cortes de 30 euros por funcionario, menos um carro por ano, um nadinha menos de telemovel, quem sabe, uma reduçao insignificante no subsidio de habitaçao...) e estao ai 780 milhoes de euros.
mas isso nao, doi muito
Sem imagem de perfil

De mrm a 25.03.2011 às 04:20

E quantas são as famílias (filhos e netos) de funcionários/pensionistas públicos que são sustentadas pelos salários/pensões dos pais e/ou avós? Com 1/3? dos portugueses a depender directamente do estado, como dizia o outro, é só fazer as contas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds