Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




espantoso

por Alexandre Borges, em 24.03.11

Bastou um dia. Um. Ainda não há data para as eleições, a demissão do governo ainda nem foi formalmente aceite, e o PSD já perdeu a face nos dois maiores pecados que poderia apontar ao PS: querer resolver à crise à custa do aumento de impostos e não ter palavra.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Jose Domingos a 24.03.2011 às 22:09

Curioso, são os camaradas/sindicalistas, a fazerem greves, em empresas falidas, convencidos, que são só os privados a pagarem a crise, e os ordenados/mordomias deles, não permitindo, que esses mesmos privados, cheguem a tempo, aos seus locais de trabalho, tendo os camaradas, um peso social, que não é representativo em votos.
Inclusivé, são contra a privatização dessas empresas, será porque depois vão ter que trabalhar.
E os privados, que já pagaram o seu passe, e os ordenados dos ditos, não usufruem de um serviço, já pago.
Estranho.

Comentar post