Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um bom momento jornalístico

por Carlos do Carmo Carapinha, em 24.03.11
Mário Crespo odeia Cavaco Silva. Odeia-o de uma forma que não lhe permite camuflar o asco. Hoje, na SIC-N, convidou a constitucionalista Isabel Moreira para perorar sobre a mecânica constitucional em torno do pedido e das consequências da demissão do governo. Durante três minutos, a coisa decorreu de forma imparcial e, digamos, objectiva, do ponto de vista analítico. A seguir veio o banquete e o deleite: a constitucionalista Isabel Moreira travestiu-se em comentadora política simpatizante do governo e do Sr. Eng.. Vai daí, fez o que lhe competia: emudeceu sobre questões inconvenientes (o Dr. Assis apelida-as, agora, de «regimentais»), e esfaqueou a carótida da retórica politiqueira, derramando um chorrilho hemorrágico de vitupérios contra o PR, o PSD, o CDS - em suma, a direita. Tudo isto sob a capa de «especialista na matéria», encantadora de jornalistas papalvos. Mário Crespo deixou-a falar sem interrupções. O prazer foi total. Um bom momento jornalístico.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.03.2011 às 22:15

Se ela é constitucionalista como diz que ponha mãos à obra com os seus interpares para refazer a Constituição Portuguesa que comporte apenas 180 deputados, tantos quanto um ângulo raso, e nem mais, senão vai haver chatice e da grossa cá no rectângulo.

Sem imagem de perfil

De mrm a 25.03.2011 às 04:11

E 60 deputados diligentes não dariam conta do recado?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds