Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O PS em primeiro lugar. Sempre.

por Afonso Azevedo Neves, em 14.04.11

A crise da dívida soberana não começou com o chumbo do PEC IV, começou há muito tempo e ultrapassou a barreira dos 7% em Novembro de 2010.

 

Os tais 7% que o Ministro das Finanças dissera ser o limite para um pedido de ajuda ao FMI.

 

Desde essa altura assistimos ao um arrastar criminoso da situação, uma recusa em pedir ajuda com justificações puramente eleitoralistas como a presença do FMI se encarregará de provar nas próximas semanas.

 

O preço para os portugueses será medido em anos.

 

A conta é para ser enviada para o Largo do Rato.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 14.04.2011 às 21:06

discordo. Se como diz e bem que a crive começou em Novembro, gostaria de lembrar que desde essa altura o PSD deixou passar vários PEC e um Orçamento de Estado. Quem cala consente e assim é cúmplice.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2011 às 22:12

Ai eu tenho tanta pena dos portuguesinhos andam tão maltrapilhos e magrinhos e todos de NOKIA em punho nos seus BMW rua acima rua abaixo enquanto tiram macacos do nariz, parece que tão férias todo o ano.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2011 às 22:28


Ai eu tenho tanta pena dos Pobrezinhos


Quanto vale a aposta que em Julho e Agosto o país já incendiado e incinerado económica e financeiramente vai voltar a arder enquanto os responsáveis políticos vão a banhos para o Algarve e para e estorricar dinheiro no Estrangeiro.O pá não passe com essas avionetas publicitárias por cima da casa do senhor silva nem do senhor sousa que eles não querem e andam muito tristes com os cada vez mais pobrezinhos que andam a pedir pão e dinheiro pá gota de gasolina às suas portas.


Oh Voluntário Otelo FP25 temos o caldo entornado, ai que medo! Ai que medo!

Comentar post