Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Já percebemos

por Henrique Burnay, em 15.04.07
Primeiro tratava-se de saber se o primeiro-ministro tinha obtido uma licenciatura conforme as regras ou conforme os favores; agora, depois das duas fichas biográficas na Assembleia da República, do Certificado de Habilitações com números de telefone e códigos postais que só existiriam anos depois, das notas discrepantes, do reitor que não era Reitor e do professor que afinal já lhe tinha dado aulas, já não interessa se Sócrates alguma vez se licenciou ou não, o que parece  é que o primeiro ministro, ou alguém por si, falsificou documentos. Então ou agora. Ou alguém consegue fazer parecer o contrário?

Provas anexas
Um
Dois

Post corrigido

Autoria e outros dados (tags, etc)