Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




And the winner is…

por Henrique Burnay, em 15.04.07
E agora coisas práticas. Marques Mendes é o único politico interessado na queda de Sócrates, desde que súbita e vertiginosa e com muita lama . Para todos os demais o tempo é outro.
Para Mendes, se o processo desgastar Sócrates a ponto de o PM poder perder as próximas legislativas, mas não tanto que o faça cair entretanto, é certo que pelo caminho haverá quem ganhe interesse no lugar de líder do PSD e, em vez de esperar pela provável derrota de 2009, o remova já. Por isso é que Mendes precisa que Sócrates caia, mas que caia depressa e cheio de lama. Mas é só ele.
Para todos os potenciais líderes sociais democratas, o ideal é que Sócrates se desgaste sem cair já, tornando a reeleição incerta, ou mesmo duvidosa, e o lugar de líder da oposição apetecível. Muito apetecível. No CDS, tudo isto é irrelevante. Para ambos os lados, eleições já é que não. À esquerda, o que interessa é dar provas de bom comportamento. Quando (e se) daqui a dois anos o PS ganhar e precisar de alguém para fazer maioria, há que mostrar que nunca se foi irresponsável. A Cavaco interessa um primeiro-ministro tão frágil quanto possível. É por isso que isto (a duvidosa licenciatura de Sócrates) se vai arrastar em lume brando. Porque não interessa a quase ninguém que o homem arda já. Nem que deixe de arder (pelo menos a alguns). Resta saber o que vão fazer os empresários, que normalmente não gostam de governos de destino duvidoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Daniel Marques a 15.04.2007 às 15:29

Ora aqui está um bom ponto de vista.

Comentar post