Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Socratismo

por Carlos Nunes Lopes, em 12.05.11
"Escusam de vir com argumentos de que por ser jornalista não devo ter opiniões. Um jornalista pode e deve ter opiniões. Escusam de tentar amarrar-me a um partido: sou independente, mas ser independente não significa ter de aceitar tudo o que nos dizem. Terceira questão: Houve outros dois PM que também critiquei acerrimamente - Cavaco e Santana - e nunca senti a intolerância que sinto hoje quando critico Sócrates."
Henrique Monteiro.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Bruno-Planetas a 12.05.2011 às 16:01

Uma coisa é ter opnião outra é destilar descaradamente tanto ódio por uma pessoa. Retira credibilidade à opinião e turva a visão. Conheço alguem que lhe pode assinar uma proposta de militante, o seu patrão!
Sem imagem de perfil

De Carlos a 12.05.2011 às 16:08

Não ligue a este comentarista profissional ao serviço de terceiros.
Sem imagem de perfil

De Bruno-Planetas a 12.05.2011 às 16:16

Boa tentativa, mas o Carlos não acertou nem numa nem noutra. Agora é a minha vez de arriscar, o Carlos é defensor oficioso do Expresso ou só de HM ?
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 12.05.2011 às 16:54

Caro Bruno... acha mesmo?
Sem imagem de perfil

De António Luís Maia Correia a 12.05.2011 às 17:24

Caro Bruno, eu já ouvi e vi o sr. Henrique Monteiro a ser bastante cáustico para com o PPC e mesmo para PP. Ainda há pouco tempo teceu alguns comentários sobre o "amadorismo" do primeiro, elogiando a "fibra", a "tenacidade" e "instinto político" do sr. Pinto de Sousa. Há alguma coisa de "faccioso" e "fraccionário" no Seu comentário (legítimo, claro está!). Constitui-se quase como "Chefe de Fila" de um "ideário socialista" que se afirma por aquilo que não é. A maior parte deste comentário, "foleiro", recorre à uma terminologia de seguidores e porta-vozes socráticos. Aceite os meus mais respeitosos cumprimentos e a afirmação da minha mais profunda estima.
Sem imagem de perfil

De Planetas - Bruno a 12.05.2011 às 20:00

Estimado António, antes de mais, queria agradecer e devolver os cordiais cumprimentos e votos de estima recíproca.

Permita-me discordar da sua crítica aos termos em que me referi ao visado. Este humilde servidor, apenas se serve a si mesmo e às suas ideias, não tem a notoriedade nem a importância para servir seja quem for, muito menos tão distinta figura da nossa praça. Porem, admito que as suas referências "Chefe de Fila" de um "ideário socialista" massajaram o meu ego. Acontece que o meu realismo não me permite sonhar por mais do que uns segundos com tão distinta eloquência.

Quanto à pessoa em questão, reconheço que também tive a oportunidade de o ouvir criticar outros, acontece que a sua (dele) narrativa tem uma caracteristica particular, nunca muda, indistintamente de como começa, sempre termina da mesma maneira. Desafio o António, ideologias aparte, a reparar nisso mesmo na próxima vez que ouvir (ler) Henrique Monteiro.

Um cordial abraço deste humilde servidor de causa nenhuma!

Bruno

Sem imagem de perfil

De António Luís Maia Correia a 13.05.2011 às 12:53

Estimado Bruno,

Sem cinismo e hipocrisia - agradecido pela resposta e sobretudo pela urbanidade da mesma.
Gostei sobretudo "(...) deste humilde servidor de causa nenhuma!"
Há um frase em "E Tudo o Vento Levou", quando Clark Gable toma partido pela causa sulista, numa fase já de declínio da mesma, que lhe quero aqui deixar: "Gosto de causas perdidas!".
Essa é uma frase ambígua, que pode ser entendia dentro de uma subjectividade ideológica (norte/sul na Guerra de Secessão dos EUA) ou de um contexto amoroso.
Esta dialéctica, entre um factor intrinsecamente colectivo e outro essencialmente pessoal, marca a significação do que entendemos por "causa".
A primeira assume uma maior extensão e uma menor compreensão. A segunda reduz a extensão do que é compreendido, aumentando o que apreendido.
Em nenhum dos casos é aceite a não existência subordinativa à realidade racional e afectiva. A "causa" existe por Si e em Si.
Não há, como existência substantiva e subvencionada, "causa nenhuma". Pode haver o anarquismo causal e consequente, a realidade de um subjectivismo individual, mas nunca um "vazio".
Eu acredito que o Bruno é um Homem de Causas. Só assim compreendo o exercício crítico à uma realidade que o "massacra", "indigna" e "revolta".
Mantenha, por favor, essa sua "Voz" de uma consciência que se quer sempre VIVA e HUMANISTA. "A palavra faz o Homem" e a "História a Humanidade".
Expressando a minha superior estima pela Sua Pessoa, apresento os meus melhores cumprimentos. Um até Sempre!
Sem imagem de perfil

De Submarino em terra a 12.05.2011 às 23:26

Henrique Monteiro,e um bufo mediocre ao serviço de uma estrategia que leva a privatização de parte da RTP,para tambem lhe sacar a publicidade. para beneficio do fundador do PSD.Henrique Monteiro,serviu-se de conversas privadas com o PM,Jose Socrates,para tentar provar a asfixia democratica.Criticas deste sabujo a Jose Socrates,são vomitos de um homem sem coluna vertebral.
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 13.05.2011 às 08:13

Meus caros.. diz o Povo que só atira pedras quem tem telhados de vidro. Como vos é possivel, no meio da vossa inteligencia que reconheço, nao reparar nas atrocidades anti democraticas do PM? perdao, do caseiro? Desde o caso da TVI, conhecido por Jose Socrates - resta saber ate que ponto desejado e patrocinado por ele - até a toda a maquina propagandista do Governo, que só nao convida os media para transmitir em directo a defecçao rosa pela exiguidade do cubiculo, tudo isto, ilustres, nos leva a concluir que, ainda que o Henrique nao seja flor que se cheire, o odor socialista é um verdadeiro repelente!
Queiram, por favor, aceitar os meus mais cordiais cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De O npr trident a 13.05.2011 às 13:50

Quando temos na tv e jornais gente deste calibre: Marcelo,medina carreira,f.Sobral,Camilo lourenco,MjAvilez,Marques mendes,Santana,Aguiar Branco,Miguel Portas,Joana Amaral Dias, Octavio Teixeira,Moura Guedes,Carlos A Amorim, O Ferreira que levou com os pentelhos de Catroga (este foi de imediato chamado à tvi,para limpar a face),vem-me este Hotário,desculpe Honorio,insinuar que os Socialista têm uma máquina propagandistica. Honorio tem um pingo de pudor... já que a honestidade não está no teu ADN
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 13.05.2011 às 15:05

Meu Caro,
nunca andei a pastar cabras consigo para que me trate por "tu", nem me parece que me conheça para afirmar da minha honestidade. Quanto ao trocadilho genial que fez com o meu nome: bravo! Aplaudo! Lembro-lhe, no entanto, que só cobardes e fracos de espirito atacam a nivel pessoal, disfarçados atrás do anonimato em linha. Ouça, faça trocadilhos com o nome do seu pai, que pode ser que tenhas mais sorte! E quanto a toda a máquina propagandistica socilista... veja bem - se souber ler e compreender - as bases legislativas que estao na sua base.

Votos de um bom fim de semana!
Honório
Sem imagem de perfil

De Npr tridente a 15.05.2011 às 18:03


Nao andas a pastar cabras...mas queres dar de comer aos Vampiros deste pais... Ataques pessoais neste blogue é o prato habitual,até a pessoas que não se podem defender.Jogo com as mesmas armas.Dizeres que não fazes ataques pessoais é de imbecil...vai ao teu texto e vê o que escreves.Não ponho nome,não é por medo,mas por vergonha de andar no  31 da armada. 
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 16.05.2011 às 08:07

Que chatice, um rapaz cheio de vergonha... entre tantos links e blogs que há nesta rede mundial, tinha logo que vir parar ao 31... o paradigma do destino Luso.
Sem imagem de perfil

De joão a 12.05.2011 às 17:22

fortemente apoiado.
Sem imagem de perfil

De Andre a 12.05.2011 às 16:29

Este site é só recalcamentos e basófia.
Sem imagem de perfil

De Antonio Maria a 12.05.2011 às 16:53

É pá temos que arranjar um tacho para este gajo e bem longe se possível.
Como o Bijan morreu, proponho-o para gerente da loja de Rodeo Drive.

 
Sem imagem de perfil

De Carlos Alberto a 12.05.2011 às 17:07

Ó Bruno... em que planeta já anda à procura de emprego para depois do dia 6? Ou vai ser daqueles novos-laranjas que vão jurar a pés juntos que sempre foram contra o Sócrates? 
Sem imagem de perfil

De Planetas - Bruno a 12.05.2011 às 20:13

Caro Carlos, espero que o próximo governo não nacionalize tudo, se assim for apenas me restaria uma de duas opções:
A primeira que sugeriu, apesar de confessar que não creio que seria capaz de convencer ninguem que sempre tinha sido admirador de Miguel Relvas, Passos Coelho, Marco António e até de Eduardo Catroga.
A segunda seria apelar à caridade daqueles que prometem privatizar as ricas gorduras do estado, para que alberguem um ex-socratista arrependido e enganado.

Cordiais cumprimentos.

Bruno
Sem imagem de perfil

De Designerferro a 13.05.2011 às 00:31

Nada como uma visita o 31 da Armada para apreciar o folclore caceteiro de todo o espectro político.

Obrigado por existirem.
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 13.05.2011 às 08:14

ora essa!
Sem imagem de perfil

De Into Ler Ânsia? a 12.05.2011 às 17:11

resumindo ou o Soares era muito incriticável

ou ainda não era jornalista na altura

o Guterres quem é que vai criticar uma figura daquelas...

um buldoguesinho tristonho e cheio de boas intenções

ainda se tivesse bigode

ou necessitamos de gente mais anafadinha na política?

aparentemente quanto mais magros mais criticáveis

é natural

estão esfomeados pelo phoder

os outros já estão cheios
Sem imagem de perfil

De C. Serra a 12.05.2011 às 17:22

Na minha opinião, a "intolerância" de que se queixa Monteiro não tem nada a ver com o Sócrates. O problema é mesmo o Monteiro, que é a ilustração viva do "Princípio de Peter ".

Na verdade, este "jornalista" ultrapassou o nível da sua competência quando deixou de ser jornalista.
Sem imagem de perfil

De C. Serra a 12.05.2011 às 17:23

Errata:

Onde escrevi: "deixou de ser jornalista", deve ler-se "deixou de ser estagiário".
Sem imagem de perfil

De Alberguista a 12.05.2011 às 18:55

Só falhou no facto de ser dr. e não  "suposto eng." De resto Herman chegou 30 anos adiantado. É caso para dizer: "Votem no Pinóquio". http://www.youtube.com/watch?v=Enhm4_XL7qE&feature=player_embedded (http://www.youtube.com/watch?v=Enhm4_XL7qE&feature=player_embedded)
Sem imagem de perfil

De Herr Frederick a 12.05.2011 às 19:35


O Socratismo devia ser objectivo de estudo e teses de doutoramento.

Uma ideologia com futuro.
Sem imagem de perfil

De Designerferro a 13.05.2011 às 00:32

Também todos os pobretanas que querem ser do partido do patrão deviam ser estudo, mas era psiquiátrico.
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 13.05.2011 às 08:18

Companheiro! Patrao? Pobretanas? que linguagem arreigada ao Ancien Regime é essa? Estamos fora disso! Com o caseiro, o unico patrao é o Estado - com todas as suas cabeças visiveis e invisiveis - e os pobretanas sao todo o resto cujos rendimentos sao entregues no terreiro do paço, ainda por cima sem direito a touradas nem autos-de-fé! Já pensou bem nisto?

Comentar post


Pág. 1/2