Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e se prendessemos os juízes?

por Rodrigo Moita de Deus, em 12.05.11

Esta decisão judicial é extraordinária.

Mulher grávida acusa psiquiatra de violação. Tribunal dá como provados os factos mas conclui que ela estava mesmo a pedi-las. Tribunal explica que, tecnicamente, abusar de uma mulher grávida não é bem uma violação. A pobre senhora saiu do tribunal e ainda teve de pagar as custas judiciais. No fim do dia ninguém vai preso. Nem sequer os juízes. Ironia das ironias. O único juíz do colectivo que vota contra a absurda decisão dá pelo nome de Papão.   


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Na net, ninguém diz quem realmente é... a 12.05.2011 às 23:40

Os tribunais no Porto têm sempre decisões estranhas, à primeira vista.
Mas bastará investigar as ligações do médico à noite e ao futebol e tudo se perceberá.
Infelizmente, em Portugal não há jornalismo de investigação.
Imagem de perfil

De Fernando Moreira de Sá a 13.05.2011 às 01:05

Cum catano! Foda-se, estamos a falar de coisas sérias ou estamos a brincar? Os tribunais do Porto são iguais aos outros e olhe que se analisar em condições até vai descobrir que parte substancial dos seus juízes nem tão pouco são do Porto.
Mais um bocadinho e a culpa é do Pinto da Costa... Ou dos Celtas terem passado por aqui...ou, como diz com piada um amigo e blogger do 31, foi de não termos sido romanizados...

Já escrevi sobre o assunto e a gravidade do mesmo devia evitar esse tipo de generalizações. Depois admiram-se de a malta do Norte estar cada vez mais irritada e regionalista.
Sem imagem de perfil

De Antonio Honorio a 13.05.2011 às 08:33

Bravo, Fernando! nao sou adepto da Invicta, confesso, mas há qualquer coisa de feio nestes comentários bairristas, nao é? Parece que toda a gente quer pegar no seu pé... tristeza! Vá-se a eles, vá-se a eles!

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds