Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"não verdades": Da Governação até ao outdoor.

por Carlos Nunes Lopes, em 22.05.11

PS reage a tweet e nega que tenha prometido não pôr cartazes.

Público.

 PS nega que esteja a fazer campanha "tradicional" com outdoors

Lusa

O porta-voz da caravana dos aflitos que instala o carrossel nas praças de portugal veio hoje dizer que afinal o PS vai, à semelhança do BE e do PCP, espalhar outdoors pelo país. E justifica dizendo que será uma campanha "simbólica" de um cartaz por círculo eleitoral [20/22?]. E que quando comunicaram que não iriam recorrer ao uso de outdoors na campanha por questões de contenção orçamental estavam a referir-se às campanhas "tradicionais" de outdoors.

Não estamos a falar de impostos, ou da dívida pública, da Educação, da Saúde ou da Justiça. Estamos a falar de Outdoors. Podem ser 20, 300, 1000, 5000 outdoors. Não é o que interessa. O Partido Socialista pode continuar a montar o carrossel e plantar os outdoors que entender.

Eu é que não quero entregar a gestão futura dos nossos empréstimos, da nossa dívida e do país, a esta gente que vive, nas grande e nas mínimas coisas, de derivadas e subtilezas discursivas. Agora o subterfúgio é o "tradicional" e o "simbólico".´

Passem bem.

O chefe até está muito favorecido e tudo. Falta só aquela mensagem dos 150 mil empregos.

Deve ficar para a segunda colagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Lisboeiro a 22.05.2011 às 21:04

O partido da Esmeralda,tem na Madeira um governante de cerca de 270 mil pessoas,com um deficit per capita superior ao do Continente... Espero que digam alguma coisinha sobre isto... Sócrates ainda la meteu uns milhoes.Gente Seria é outra coisa...no parlamento Madeirense,retiram a imunidade parlamentar aos membros da oposição para serem julgados,mas nunca retiraram aos do Psd, deputados  e governantes...Este "monte de escoria" é onde na sua boa fé, vota a Esmeralda....

Comentar post