Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




serviço público de blogosfera

por Rodrigo Moita de Deus, em 01.12.11

Este é último dos primeiros de dezembro. Faz algum sentido. Há poucas razões para comemorar a independência de Portugal. Há ainda menos indpendência para comemorar em Portugal. Feitas as contas nos últimos cem anos a república faliu quatro ou cinco vezes o país. O que é um feito extraordinário. Talvez por isso valha a pena ler e ouvir com outra atenção as palavras de D. Duarte. Aqui ficam.  


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De 800? só se começou em 1110 a 02.12.2011 às 03:16


A matemática de Pedro o Cru
E a gramática da Moita......
Sem imagem de perfil

De Pedro a 02.12.2011 às 09:20

Épá, tens razão, isso muda tudo, retiro o que disse, ó grande Corretor Aritmético.

Comentar post