Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Viva a Festa Brava!

por João Ferreira do Amaral, em 19.01.12

A petição com 7000 assinaturas que pretendia ver proibidas as corridas de touros em Portugal foi categoricamente chumbada no Parlamento.

Só o BE e o PEV estiveram ao lado dos peticionários. PSD, PS, CDS e PCP afirmaram-se contra a proibição. Ainda bem!


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De JV a 20.01.2012 às 17:52

O seu artigo não trouxe esclarecimentos particulares ao nosso debate. Apenas demonstra que acha que deve haver limites à acção humana sobre os animais. Eu também.
Registo, com preocupação, que parece escapar-lhe que cada ser humano, mesmo uma criança deficiente profunda, é possuidora de uma dignidade intrínseca superior à do gato mais "sofisticado".
Acho graça à ideia de que o homem seria "encarregado de educação" dos animais. Confirma a minha desconfiança de que os vê como humanos menos desenvolvidos e aos humanos como animais mais evoluídos. 
Do ponto de vista jurídico, discordo da ideia de que existam direitos dos animais. Existem, isso sim, deveres dos humanos para com eles. Mas que não são os mesmos para todos. Para sermos intuitivos, como tanto gosta, basta comparar um gato e tubarão.
Repare que aquilo que parecia um argumentário razoável e muito respeitável redundou, afinal, numa impressão sua. A tourada parece-lhe um claríssimo abuso. A mim não só não parece como a acho legítima, a maioria dos portugueses também e a lei também. Por que motivo deverá a sua impressão prevalecer sobre a minha? Lamento não poder continuar esta conversa tão estimulante, pela qual lhe agradeço e desejo-lhe um bom fim-de-semana.
Sem imagem de perfil

De Tiago Azevedo Fernandes a 20.01.2012 às 18:00

A questão da "dignidade intrínseca" também é apenas uma "impressão" de cada um de nós. Tem algum medidor fiável de dignidade? :-)
As leis, no limite, acabam por ser "impressões" impostas pela força da maioria. Bom fim de semana!

Comentar post