Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




mais uma nota sobre o registo de interesses

por Rodrigo Moita de Deus, em 20.01.12

Profissões, bens pessoais, património, heranças e associações. São tantos os interesses que querem registar que para chegarmos a deputados é preciso ser-se desinteressante.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De é preciso é que seja desonesto a 20.01.2012 às 20:35

é que os honestos são tão maus

que inté têm pensões de miséria com deixa cá ver Maria (c Silva) 40 anos como prof universitário (40 x 5.000 euro-equivalentes ao ano + uns como investigador (uns x zero) + 30 na Banca (30 x 10 mil ao ano) + 30 como ex-ministro das finanças ex-primeiro ex-ex 30 x 12000 ao ano

ora cento e tal anos de descontos

200 +300 +360 = 860 mil euros que descontou

e só poupou 600 e tal mil neste 100 anos

se fosse desonesto (ou mais poupado como os anteriores presidentes) teria uns milhões?

com gente tão honesta este país não vai prá frente

cada dia que passa a américa afasta-se mais....

andamos de marche à ré há 140 milhões de anos
é dos dinossáurios políticos que temos

renovem-nos carago...ao menos uns ursos ou coisa assis


 

Comentar post