Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O milagre da multiplicacao dos sindicalistas

por Afonso Azevedo Neves, em 12.02.12

100 mil fieis no Terreiro do Paco

 

100 mil professores

 

 

CGTP - 300 mil!

 

As contas sao faceis de fazer: A praca tem cerca de 150mx150m, o que da uma area de de 22.500 m2, a qual esteve longe de estar totalmente ocupada.

 

Se considerarmos 4 pessoas por cada m2 - mais ou menos a ocupacao do metro durante a hora de ponta - percebe-se que a manif reuniu a volta de 50 a 60 mil pessoas.

 

Para a proxima nao sejam timidos e digam logo 1 milhao.

 

(ja sei que o texto nao tem acentos mas e do teclado)


comentários

Sem imagem de perfil

De Nogueira da Costa a 12.02.2012 às 02:34


Com todo o respeito (que lhes é devido) carneirada mansa e inculta é quem vai na cantiga desses pseudo-sindicalistas, que pensam que ser sindicalista é como ser adepto de um clube de futebol.


E povo a lutar pelo seu país? São como cães enfraquecidos por carraças, que até ferram ao dono quando este as quer arrancar. Porque o que dói é arrancar, quando as carraças treparam e começaram a chupar - quando os governos passados aumentavam a despesa e levavam a dívida a níveis astronómicos - não havia manifs, não havia revoltados, nenhum destes "sindicalistas" estava preocupado com os trabalhadores que haviam de pagar no futuro. Agora mau é quem é suficiente maluco para tentar dar a volta à situação.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 12.02.2012 às 12:35

Onde viveu nos últimos trinta anos?
Em Portugal não foi de certeza, ou então esteve a dormir.
Caso contrário não escreveria o que escreveu, pois é uma mentira pegada.
Sem imagem de perfil

De jojoratazana a 13.02.2012 às 12:43


Eu trabalhei trinta anos nos esgotos, mas nem por isso fiquei com a cabeça cheia de merda.
É congénito.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 13.02.2012 às 20:15

Cailliomachas


Só o adquirires criminosamente o pseudónimo dos outros, demonstra bem a tua porca inteligência.
jojoratazana, só por viver no meio de tantos ratos nojentos, como tu.

Comentar post