Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A coragem do beirão

por João Ferreira do Amaral, em 14.02.12

Alguém que, chegado agora a Portugal, tivesse assistido à entrevista de Pinto Monteiro à SIC Notícias deduziria facilmente o fracasso do seu mandato como Procurador. Gastou praticamente todo o tempo da entrevista dando justificações para os parcos resultados da sua actuação.

Sucede que é a partir dos resultados que se avalia o desempenho de um responsável.

Contrariamente ao que ele afirma, foi precisamente a falta de coragem que condicionou o beirão. É pena.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De agora falando sério.... a 15.02.2012 às 01:56


quando um dos magistrados da nação-mação ameaça estrangular o estado e demolir a economia na abertura do ano judiciário

e ninguém pia...que poder tem um simples magistrado elevado a procurador por manobras de despistagem dos menos inócuos?

sobra um beirão agradecido e fiel à nomenklatura que o
deixa ir à rua de tempos a tempos..

de resto ou são os magistrados ou é o exército que promete mais um golpe de estado (porque convenhamos 34 anos e picos sem golpes de estado desde Novembro de 75..é anti-natura

até o estado novo teve mais golpes de estado do que este regime de panhonhas para governo d'imbecis

ao menos uma camionete fantasma...ou um Sidónio
ou um arménio a fazer uma revolução de outubro
(mas lá pra Março que agora faz frio)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds