Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Acabou-se a esperança

por Afonso Azevedo Neves, em 23.02.12

Lia-se num jornal qualquer por causa da sentença de alguém que todos queriam ver preso.

Isto de juntarmos uma justiça mediática, comentadores tolinhos a alimentar disparates em programas matinais, advogados a fingir que desconhecem as regras deontológicas costuma dar disparate. Provas? Nada. Nem uma palavra. Agora que acabou o circo e vão todos para casa, quem cuida de quem fica para trás?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Antão do deserto a 23.02.2012 às 14:03

A justilça em Portugal transformou-se no asco que se vê... e se sente.
Não admira, por isso, que o Povo queira ser ele a fazer JUSTIÇA.
Sem imagem de perfil

De silva a 25.02.2012 às 12:00

É curioso o estado  primeiro ajuda as empresas com os diversos tipos de despedimento, como o caso do despedimento coletivo do Casino Estoril e agora dá incentivos para os mesmos, darem emprego o mal disto é a justiça popular andar a dormir.

Comentar post