Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




É um estudo científico, claro

por Nuno Pombo, em 02.03.12

O mundo anda perigoso.

Li esta notícia e fiquei pasmo. Li este artigo e fiquei horrorizado.

Há quem defenda, cientificamente, que devia ser permitido matar um recém-nascido. Há quem estude, cientificamente, este conceito de aborto pós-nascimento. Há quem conclua, cientificamente, que um recém-nascido não tem o mesmo estatuto moral de uma pessoa. Há quem, cientificamente, faça depender o direito à vida dos recém-nascidos de circunstâncias eonómicas, sociais ou psicológicas. 

Como é evidente, não devemos recear a ciência. Basta-nos fugir dos cientistas.