Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e mexia não é certamente alfredo da silva

por Rodrigo Moita de Deus, em 13.03.12

Eu compreendo a tese. Compreendo que o país precisa de favorecer grandes grupos económicos portugueses capazes de gerar riqueza. Como a CUF ou grupo Champalimaud foram. Como a SONAE e a Jerónimo Martins são. Lembro apenas que a EDP não só não é portuguesa, como não gera riqueza. Discutiamos até o contrário.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Rodrigo Moita de Deus a 21.03.2012 às 12:39

Caro Luís,
Provavelmente não fica claro mas não estava a discutir a proteção do Estado. Discutia simplesmente "a capacidade de gerar riqueza" para o país. Quanto ao resto não consigo julgar os efeitos da lei do condicionamento industrial em duas ou três linhas.
Cordialmente,
RMD

 
Sem imagem de perfil

De Luís Maria Champalimaud a 21.03.2012 às 13:03

Lei essa, que em muito estrangulava o crescimento das empresas Portuguesas dentro e fora do País (por País entenda-se "...do Minho a Timor").
Sem imagem de perfil

De Carlos Manuel Faísca a 28.07.2012 às 23:36

Ao senhor Champalimaud,

Esteja atento a isto:

http://www.ics.ul.pt/instituto/?ln=p&mm=3&ctmid=1&mnid=1&doc=31818103013&linha=1&idpro=362

Está para sair uma publicação que, entre outras coisas, deverá abordar o assunto que estão a discutir

Comentar post