Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Depois do turismo religioso, turismo de desporto, turismo de saúde econturismo e outros, chega finalmente o turismo fascista. Proponho, desde já, um roteiro que podia começar na António Maria Cardoso e acabar no tarrafal.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Paulo barata a 15.03.2012 às 18:12

Caro Rodrigo, Não percebo a sua ironia...creio que o  exemplo não é mais do que o aproveitamento daquilo que o Porter (Michael) identificou como "cluster". Uns têm a cortiça, outros os vinhos, a natureza, os monumentos...e outros, aproveitam as suas figuras. Já agora em relação ao Tarrafal, creio que o local já faz parte dos roteiros turísticos do Sal...; E, em tempos de crise, com a necessidade a aguçar o engenho....até personagens como Salazar, que em vida não tinha como prioridade absoluta a qualidade de vida das populações, possa agora prestar esse serviço....se resultar, why not?
Rodrigo, prossiga nesse fabulástico trabalho de demolição de uma certa esquerda, a mesma que ficará certamente com pele de galinha com a iniciativa dos "pobres de Santa Comba"...se fosse usada a memória do Ché, aí tudo estaria bem....
Abr, Paulo
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2012 às 18:46

Tarrafal não é na ilha do Sal e a memória não pode ser curta!!!
Sem imagem de perfil

De Boca Lavada a 15.03.2012 às 19:05

Viva Salazar!
Sem imagem de perfil

De jsp a 15.03.2012 às 19:33

"Fássista" , de acordo com ejaculação verbal do monte de merda dotado de aparelho fonador , conhecido por mário soares.
E, mais a sério, concordará  que considerar Salazar fascista é de um primarismo grosseiro  -  gémeo da propaganda basista , e básica, de um pcp...
Anda por aí, quase sorrateiramente , uma boa biografia política do homem de Sta. Comba , da autoria de Filipe Ribeiro de Meneses, que ajuda a desfazer muitas "lendas & lêndeas" acerca da criatura.
Sem imagem de perfil

De Todos os nomes a 16.03.2012 às 19:41

"considerar Salazar fascista é de um primarismo grosseiro"


Concordo que talvez sela deferência a mais. Filho de uma grande puta é mais do que suficiente para retratar a alimária...
Sem imagem de perfil

De Xarope d'Alho a 15.03.2012 às 20:58

Consta que em Braunau am Inn já querem copiar esta brilhante ideia do autarca de Santa Comba. 
Sem imagem de perfil

De Jose a 16.03.2012 às 12:20

Essa comparação é tão infeliz como comparar Soares a Estaline/Mao.
Sem imagem de perfil

De antónio maria a 16.03.2012 às 10:27

Salazar é como Amália, Eusébio ou o vinho do Porto: um icon nacional que só melhora com o tempo. E quanto mais tempo passar e quanto mais tempo se passar nesta coisa em forma de assim, que é o pós 25 de Abril, mais se verá o mérito e a superioridade da obra do mais notável filho de Santa Comba.
É a vingança da história que se serve gelada: Salazar, depois de morto, salva a sua terra, tal como em vida salvou Portugal!
Eu sei que estas coisas incomodam os URAP's desta vida mas nem só de Ché vive o homem.
A bem da Nacão somos, hoje e sempre, seus Salazar
Sem imagem de perfil

De Jose a 16.03.2012 às 12:19

Gente com honra, palavra, e honesta sempre incomodou os trapezistas e parasitas que tentam subir a todo o custo e governar(-se) doa a quem doer. O legado de Salazar fica como prova de que é possível ocupar o mais alto cargo da governação sem usufruir de tal para auto sustento e de toda a teia de parasitas que o acompanham. Essa é que deve ser a memória de Salazar.
Em relação a tarrafais e outros que tais, veio o tempo dar razão ao encerramento de certos personagens, que com o advento da 'liberdade' proliferaram a roubalheira até deixar o país no estado atual.
Sem imagem de perfil

De Algarve a 16.03.2012 às 18:48


Pode ser que seja desta que mudam o nome da ponte 25 de abril.
Sem imagem de perfil

De santa a 19.03.2012 às 10:45

Em 24 de abril de 1974, era militar na escola miltar de Paço d`Arcos. Tinha 19 anos. Para trás arrojado de história, de educação e de formação adequadas o lema era cumprir e cumprir. Os ladrões contaram-se pelos dedos. Os corruptos idem. Tinha uma folha de serviços, em conformidade com os dados estatísticos. O bem comportado. Na vida militar nada mudara e eram as regras do regime para dar a continuidade ao bom comportamento, porém e como era adverso, disse não aos galões. Os mesmos galões que transformaram o país levando o povo à miséria. À miséria desengonçada, ao analfabetismo, à corrupção, ao falso riquismo de um povo que vive democraticamente com lingua de palmo da vergonha, onde uns vivem com as migalhas do desemprego e outros, os gestores da EDP, gozam com vencimento de milhões. Até aqui os coronéis não reagiram. Depois temos, aqueles como eu, que foram julgados e condenados por literalmente ter denunciado, no local de trabalho, aquele dirigente incompetente. Num país dito de liberdade, onde a policia, a mando de um procurador, me invade a casa, à procura de não sei de o quê, depois de me ter acusado pelo crime de ameaças, quando eu apenas questionara asautoridades do meu país pelo incumprimento das leis vigentes. No século XXI, talvez neste país, o único cidadão a ser condenado,. por me expor publicamente. 150 dias a 10€/dia de multa por denunciar incompetentes do mal gastar o nosso dinheiro, o dinheiro de todos os contribuintes; ocyupação do meu espaço por uma força policial e acusado pelo crime de ameaças, quando apenas escrevera às autoridades do meu país  o nesfacto incumprimento das leis. Não me digam que depois disto e muito mais ainda posso dizer que vivo  num país democrático, em jugo do século xxI
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.03.2012 às 20:25

Inaceitável seja sob que prisma for. Fascista ou não, pouco releva (um pulha é um pulha seja qual for o autocolante que lhe colem na testa)

A sociedade portuguesa precisa de tudo menos deste tipo de idiotices.

Comentar post